Albergue: a primeira vez a gente nunca esquece

Economizar é preciso, então um dia chega o dia de dividir o quarto com pessoas desconhecidas. Meu primeiro albergue foi em Edimburgo, na Escócia, e era também a primeira vez que eu viajava sozinha. Pesquisei muito sobre albergues e não tive dúvidas que ficar em algum deles seria a melhor opção custo-benefício para um viajante sozinho.

Eu tive bastante sorte na escolha do albergue, tanto em termos de localização, quanto valores e limpeza do local. Na primeira vez que escolhemos um albergue, somos muito cautelosos. Depois que você pega confiança, até arrisca dormir em um quarto com treliches para 18 pessoas, mas isso é assunto para outro post. Hoje quero falar do hostel de Edimburgo.

Budgetbackpackers foi o hostel que eu fiquei na capital escocesa. Com vista para o castelo de Edimburgo, o hostel é uma fofura: todo colorido e divertido. Esse albergue é tudo o que eu imaginava de um albergue e permanece até hoje na minha lista dos albergues top que eu recomendo.

Quando eu fui eu fiquei em um quarto misto para 4 pessoas, mas tem também a opção de quarto feminino separado. Não lembro quanto eu paguei, mas atualmente o valor é de £13,50/dia. Acho válido sempre analisar todas as opções, pois o quarto mais barato nesse albergue é para 30 pessoas e custa £10, então como a diferença de valor é pequena, acho que vale mais a pena pegar um quarto pra menos pessoas, mas nos albergues nem sempre é assim. Muitas vezes a diferença de valores é beeeeem maior.

A estadia nesse hostel teve um momento #fail. Eu estive lá em janeiro e era inverno e estava bastante frio e depois de um dia bem cansativo preenchido por longas caminhadas, tudo o que a gente precisa para repor as energias é de um bom banho quentinho para relaxar. Foi justamente nesse momento que eu me odiei por não ter lido o papel com as regras do albergue que me entregaram no check-in. Não li porque estava com pressa para sair, eu queria conhecer a cidade e eu já sabia que não podia fumar no albergue e blá blá blá. Porém, na hora do banho, quase gritei quando entrei no chuveiro: a água estava gelada! Não era morna, nem nada. Era gelada mesmo, pois o chuveiro quente funciona apenas em determinado horário do dia. Agora imaginem eu que não tomo banho frio nem no verão brasileiro tendo que tomar banho gelado no inverno europeu?! Foi triste, mas eu sobrevivi e hoje estou aqui para contar para vocês. Portanto, lembrem sempre que, por mais comuns que pareçam ser as regras de estadia em qualquer lugar, não custa nada ler antes, né?!

Depois do banho frio, saí do quarto para interagir com outros, pois tinha ouvido falar que em albergue era fácil fazer amizade e descolar companhias para sair a noite, mas errei de novo. Todo mundo já tinha saído e eu me deparei com o albergue vazio assim ó:

Imagem 287
Imagem 286
Imagem 288

Lá eles tem o costume de sair cedo e eu não sabia, né. Paciência. Fiquei sem companhia no passeio noturno e acabei não indo em nenhum bar tomar uísque. Não que eu beba uísque. Na verdade eu não aprecio a bebida, mas né, já que eu estava na Escócia eu queria pelo menos ter molhado os beiços.

Depois dessa estadia no albergue, eu passei a ler sempre as regras dos lugares e ficar de olho nos horários de movimento nas áreas comuns, pois é justamente nesse horário do dia que a gente troca dicas e experiências com pessoas do mundo todo. E essa é uma das coisas mais legais para se fazer em um albergue.

E vocês, já se hospedaram em albergue? Como foi a experiência?

——————————————————————————————-

PUBLICIDADE:

Se alguém quiser reservar esse ou qualquer outro albergue em Edimburgo, pode conferir as opções no HostelBookers, mas, por favor, prometam que vão ler todas as regrinhas do albergue antes para não correrem risco de tomar banho gelado. Brrr.

Comentários

comments

7 Comments on Albergue: a primeira vez a gente nunca esquece

  1. Rafaela
    11 de janeiro de 2012 at 10:44 (6 anos ago)

    Entre alguns que já me hospedei, fiquei num albergue em Granada, Espanha que tinha um cozinheiro que fazia o “jantar coletivo” pro pessoal (com sobremesa!) e cobrava só 5 euros dos hospedes. era ótimo! :)

    Responder
    • Mariana
      Mariana
      11 de janeiro de 2012 at 10:47 (6 anos ago)

      Nossa, que ótimo isso!
      Mas será que ele trabalhava pro hostel ou era algum viajante coletando grana pra seguir viagem?

      Responder
  2. Rafaela
    11 de janeiro de 2012 at 11:17 (6 anos ago)

    trabalhava lá! ele não era um cozinheiro de vdd, era mais um cara que trabalha no hostel e gostar de cozinha.

    Responder
  3. karine
    5 de agosto de 2012 at 12:52 (5 anos ago)

    Já fiquei em alguns albergues. :) Tinha escolhido esse para ficar em Edimburgo, mas quando fui fazer a reserva deu um erro e não tinha mais o quarto que eu queria e acabei ficando no Castle Rock, no pé do castelo. As areas comuns eram boas, tinha banho quente a qualquer hora \o/ (em outubro), mas o quarto e as camas eram muito pequenas. Nós eramos 3 num quarto para 4 e se um ficasse em pé os outros tinham que estar sentados.
    Fiquei num em Sydney que tinha um grupo de franceses que cozinhava toda noite, um dia me convidaram e estava uma delícia.
    Em Livingstone, na Zambia, fiquei no Jolly Boys, muito bom. Limpinho, organizado e animado a noite. Porque lá ou é no albergue bacana ou no resort 5 estrelas.
    Em Londres fiquei no Generator que mais parece um dormitório de faculdade, mas tem muitas famílias que ficam lá.

    Responder
    • Mariana
      Mariana
      6 de agosto de 2012 at 8:11 (5 anos ago)

      Que pena que não conseguiu ficar nesse em Edimburgo. Ele é bem legal mesmo. E o quarto era enorme, mesmo o meu que era pra quatro pessoas (geralmente os quartos para menos pessoas são menores).
      Nunca aconteceu de outras pessoas que cozinham me chamarem pra comer. Eu adoraria, porque sou uma negação na cozinha. Hahahahaha

      Responder
  4. Debora
    26 de agosto de 2013 at 20:48 (4 anos ago)

    Fiquei nesse hostel em Edinburgh e acho que dei sorte! A agua estava quentinha e não tive problemas! Também fiz o pub crawl com o pessoal que saiu por volta das 20h, 20h30. Eu já morava em Londres então acho que estava acostumada com sair cedo, hehe!
    O pub crawl foi bem intenso e nos levaram pra um bar que vendia whiskey por 1 libra!! Não tenho tantas recordações, mas confesso que o dia seguinte foi difícil. Principalmente porque eu iria sair de manhã pra fazer o tour pelo Loch Ness e Highlands ;)

    Responder

1Pingbacks & Trackbacks on Albergue: a primeira vez a gente nunca esquece

Leave a Reply