Alugar carro em Milão: #fail

Esse foi um momento fail clááássico que gerou várias peripécias em Milão. Ok que já conhecíamos a cidade – a pé – e que sempre andávamos por lá – no centro – e tal. E um belo dia resolvemos alugar carro em Milão para ir até Cinque Terre (essa ideia foi fail também, porque é uma m*** ir de carro até lá!).

Para alugar o carro, fomos até o aeroporto de Linate, que era o único lugar (isso me falaram né, não sei se procede) que dava pra alugar carro barato e, apesar de ser “aeroporto”, esse é bem pertinho do centro, algo em torno de 15 minutos de ônibus que você pega na praça da parada Montenapoleone da linha do metrô.

Tá, na verdade essa história toda tem 5 momentos fail. CINCO! A primeira parte tem três já de cara:

# 1: os amigos que foram alugar o carro não sabiam que só maiores de 21 podiam preencher o requisito. Foram até lá e voltaram de mãos abanando pedindo para eu e mais um outro amigo irmos lá para alugar.

# 2: fui com eles lá e – não me pergunte como – na hora de voltar, os dois que já tinham ido e voltado do aeroporto, pegaram o ônibus no sentido contrário pra voltar pra casa. Quanta alegria. Quanta alegria ir parar no meio do nada, 23h no frio.

# 3: esse é o grande trunfo, voltar do aeroporto, de noite, sem mapa. Não sabíamos como voltar pra casa, simplesmente. Aí nos perdemos, tivemos que perguntar pra um senhor em que lado nós estávamos e obviamente estávamos do lado oposto da nossa residência. Fomos seguindo desiludidos até chegarmos finalmente ao centro e, para conseguir chegar em casa seguimos o tram que nos levava sempre pra lá.

Sabe o que é pior? Eu SEMPRE andava com o mapa na bolsa. Sempre sempre. Nesse dia, sei lá porquê, eu tirei da bolsa. E ninguém mais tinha um… nenhuma das outras 7 pessoas tinha um. Sete pessoas, zero mapas.

Mas ok, passado tudo isso, viajamos, nos divertimos, levamos mil coisas, comida, coberta, travesseiro (dormimos no carro), casacos e tudo o mais que tínhamos direito. Isso significa que…

# 4: burrice total. Levamos mil coisas porque saímos de casa com carro, mas quando voltamos fomos direto devolver no aeroporto. Resultado: voltar com toda a tralha de ônibus. Genial, né?

A viagem acabou, nos divertimos muito apesar de toda a dificuldade inicial e visitamos um lugar super lindo. Um ano depois, eu estava em casa aqui no Brasil toda tranquila e quando chegaram as correspondências tinha uma carta italiana pra mim. Achei estranho e fui abrir logo pra ver o que era.

# 5: desfecho da viagem = uma multa! Quanta marotice não? Aquela brincadeira de se perder no centro nos rendeu uma multa porque só carros autorizados podem entrar no perímetro. Na hora que passamos pelo centro lembramos disso, mas né, era necessário. Como não chegou multa no mês seguinte, achamos que o carro estava liberado. A-ham. Ilusão. Não era eu que estava dirigindo, mas o carro estava no meu nome. No final, os 4 que estavam no carro dividiram a multa, que era de 107 euros.

Comentários

comments

7 Comments on Alugar carro em Milão: #fail

  1. Carolina Garofani
    16 de agosto de 2011 at 16:26 (7 anos ago)

    Hahahaahahaa EITA, eu to aqui morrendo de medo de receber zilhoes de multas, apesar de andar com o GPS ligado o tempo todo, e ele me avisa de radares, e fico bem ligada nas zonas de trafego limitado…

    Responder
  2. Elias Hans
    24 de setembro de 2012 at 14:40 (6 anos ago)

    Hoje lembrei desse seu post, Anna. Momento Fail #5 Mode ON! Multa por entrar (vulgo estar perdido) na maldita zona C de Milão com carro alugado, logo, não autorizado.

    Responder
    • Anna
      Anna
      24 de setembro de 2012 at 15:30 (6 anos ago)

      Haha total coisa de amador né?

      Acontece.
      A gente só aprende assim mesmo. hahahaha

      Responder
  3. Paula
    30 de março de 2013 at 19:26 (6 anos ago)

    Também já peguei ônibus no sentido errado!! Em New Jersey com minha prima, na época com 7 anos. Estávamos voltando do shopping e eu tinha que pegar o ônibus. Quando passou, entramos e passado não muito tempo vi que a paisagem tava estranha: restaurantes que eu não tinha visto, um cemitério.. Eu não falava inglês muito bem, pedi pra minha prima que morava lá perguntar, mas ele tinha vergonha e não perguntou. Resolvi descer. Já estava escurecendo e custei a conseguir falar com minha tia. Até descobrir que eu tinha pegado o ônibus no sentido errado demorou um pouco, mas no fim deu tudo certo! =)

    Responder
  4. Milena
    22 de abril de 2013 at 18:09 (6 anos ago)

    Tem uma locadora da Hertz numa das transversais da Via Vittor Pisani (agora qual o nome da rua é uma ótima pergunta! haha), fui com o carro locado aqui do Brasil, tudo mto legal, td mto bacana, se não tivessem esquecido de reservar o GPS junto e né Julho quase neeem tem procura de carros! ok, comprei um, impossível ir a Maranello usando mapa, com meu senso de localização beirando a zero.
    E pra fechar com chave de ouro, meses depois recebi uma cartinha/multinha da Polizia Locale, avisando que perambulei em via para ônibus!
    Acontece né! hhaha

    Responder
    • Anna
      Anna
      23 de abril de 2013 at 8:30 (6 anos ago)

      Hahahha Putz Milena!!
      Sem GPS na Itália é meio complicado mesmo! E essas multinhas são f#$*, porque tem muitas áreas que não dá pra perambular mesmo.
      Bom, assim a gente aprende não é?

      Bacione!

      Responder

1Pingbacks & Trackbacks on Alugar carro em Milão: #fail

  1. E agora? Pra voltar? | FINESTRINO
    10 de agosto de 2011 at 7:27 (7 anos ago)

    […] Outra coisa chatinha é fechar as contas, cadastros, matrículas, documentos. Ok que é bem mais fácil encerrar do que abrir, mas mesmo assim isso gera uma burocracia que ninguém quer ter que lidar, ainda mais quando está se despedindo de tudo. Fechar contrato com senhorio, verificar se o apê está ok e se as contas todas estão certas e, se for o caso, pagar uma ou outra coisa a mais. Lembre de verificar tudo, pra não receber conta DEPOIS de ter voltado, porque olha amigo, eles te acham aqui sim. A conta VAI chegar, tipo a multa que recebi por lá. […]

    Responder

Leave a reply to Milena Cancel reply