Uma parada em Bari, no sul da Itália

A Itália tem muitas cidades lindas e históricas, todo mundo sabe, mas muitos não sabem que lá embaixo bem no salto da bota, tem uma região lindíssima chamada Puglia. Muitas praias lindas ficam ali, na minha opinião até mais bonitas que a cobiçada Capri. Além das praias, tem algumas cidades muito bonitinhas por lá, como Alberobello que já falamos aqui, Lecce e a do post de hoje Bari, com 320 mil habitantes.

A bem da verdade é que Bari foi a cidade que escolhemos para passar uma noite e descansar depois da longa viagem de Milão até o sul (8h de trem mais ou menos), então não esperávamos muito de lá. O que sabíamos é que de lá é muito fácil pegar um barco até a Croácia, pois além de ser bem pertinho, um dos portos mais importantes da Itália fica nesta comuna.

Lá ficamos em couchsurfing, que eu já comentei aqui e é uma opção pra lá de econômica. Pra quem não leu o post anterior, conto que nossa anfitriã nos hospedou no hotel em que trabalhava de graça! Nossa estada já começou muito boa com essa notícia, ainda mais depois de longas horas no trem em pleno junho, mês bastante quente por lá.

Saimos passear pela cidade, e o clima do lugar era muito bom. Apesar do sol beeem forte e do calor, tem muitas árvores nas avenidas principais, então fica refrescante passear por ali. Como toda cidade italiana, Bari é pequenininha, dá pra conhecer em pouco tempo. Ainda assim divide-se em Cittá Vecchia e Cittá Nuova (cidade velha e cidade nova), clássica divisão de cidade italiana.

Lembro que achei um pouco confusa essa parte antiga, micro ruas e tudo muito igual. Demos boas voltas no centro antigo, bem diferente da parte nova, com mais cara de América.

Não cheguei a visitar todos os lugares turísticos de Bari, até porque não tem muitos, a cidade é uma gracinha por si só e já vale a pena passear por lá, caminhar nessa via toda branca com o mar logo do lado.

A Catedral é sempre parada obrigatória quando falamos de Itália. Na de Bari você encontra um museu subterrâneo, com 5m de profundidade com relação ao térreo. A entrada custa 3 euro, e tem peças dos séculos 1 d.C!

Ela foi construída nos séculos 12 e 13 em cima das ruínas de outra catedral Bizantina, destruída em 1.156.

Como toda velha cidade, tem um castelo também. O Castello Normanno Svevo é do ano de 1.132, da era romano-grega e fica na margem da cidade velha. Por fora é muito incrível, mas por dentro é fraco. Não tem nada de nada lá dentro. Pelo menos a entrada custa apenas 2 euro.

Se for ficar mais tempo por lá, sugiro alguns pontos visitáveis:

- Museu Arqueológico Provincial
– Pinacoteca Provincial de Bari
– Museu Histórico Cívico
– Instituto Horto-Botânico
– Museu de Ciência da Terra
– Teatro Petruzzelli
– Teatro Margherita
– Teatro Piccinni
– Basílica de São Nicolas

Pra dar um gostinho de Alberobello, encontramos essa construção no estilo dos trulli da cidade:

Você pode pegar mapas na estação de trem ou ainda, logo que sai da estação, logo vai ver um ponto de informação turística. Ali tem bastante coisa, vários materiais e ofertas de passeios. Também vai encontrar informações dos trens para as cidades vizinhas que são muito legais. No sul da Itália as pessoas são mais receptivas, porém tem um sotaque diferente. É provável que você ache um pouco estranho no começo.

Pra quem não quer ir de mãos abanando, pode acessar o site de turismo da Puglia, que é bem completo.

Mais do sul da Itália:

Gran Caffè Saicaf, confeitaria tradicional em Bari

Alberobello, uma cidade imperdível na Puglia

Um dia em Lecce, sul da Itália

Napoli: o guia turístico

Napoli e o caos

Museu Arqueológico de Napoli

Amalfi, para passar a tarde na Costa Amalfitana

Grotta dello Smeraldo

Sorrento

Como são as ruínas de Pompéia

Minha visita à ilha de Capri

Comentários

comments

2 Comments on Uma parada em Bari, no sul da Itália

  1. Luffi
    18 de agosto de 2012 at 1:01 (6 anos ago)

    Oi,

    Este seu post veio messsmooo a calhar. Daqui a 3 semanas vou fazer um cruzeiro pelo mediterrâneo e uma das paragens é em Bari. Por incrivel que pareça ainda não pesquisei mesmo quase nada sobre este post mas queria pedir algumas informações. Sabe se há daqueles trens turisticos ou bus turisticos na cidade? como vamos de cruzeiro e o tempo é pouco pensei que era uma boa ideia para ter uma noçao da cidade. Tem alguma dica em especial sobre a cidade?

    Responder
    • Anna
      Anna
      20 de agosto de 2012 at 8:01 (6 anos ago)

      Oi Luis.

      A cidade é bem pequena e não vi ônibus turistico por lá não. Acho difícil que tenha mesmo.
      Dá pra fazer tudo a pé tranquilamente.

      Não tem muuuito pra ver como outras cidades italianas, são mais essas coisas que listei no post mesmo. Bastante museu, o castelo e a catedral.
      A cidade em si é toda bonitinha!
      Eu fui em uma confeitaria muuuito boa, mas eu não lembro o nome dela, estou procurando nas minhas coisas pra ver se acho pra postar.
      Era a mais antiga e clássica da cidade. Na época não tinha o blog, então não me preocupava em anotar todas as infos.
      Se eu achar, vou postar sobre ela aqui.

      Boa viagem!

      Responder

Leave a Reply