Bate e volta para Lapa: o que fazer e onde comer

Finalmente cheguei na última parada da nossa viagem de carro pelo Paraná, a Lapa! Ufa! Eu estive na Lapa ano passado para uma apresentação de tango, mas nessa viagem não deu pra ver e nem fazer nada, foi um bate e volta a noite mesmo e só ficou um gostinho de “quero conhecer essa cidade”. Acho incrível como a gente não vai visitar os lugares aqui tão próximos, né? É aquela coisa de “tá aí, qualquer dia eu vou…” e a gente nunca vai!

A Lapa, assim como muitas outras pequenas cidades e atrações do Paraná, pode ser um destino para bate-volta saindo de Curitiba, já que fica a apenas 65km da capital. Dá tranquilamente pra visitar tudo, comer bem, passear, distrair.

lapa estátua

A cidade é histórica e muito importante, pois foi lá que aconteceu o Cerco da Lapa, uma batalha militar contra o avanço de tropas contrárias à República na revolução de 1894. A Lapa conta com o maior conjunto arquitetônico preservado do Estado e tem mais de 250 casas tombadas pelo Patrimônio Histórico!

lapa

O QUE FAZER

A Lapa é uma cidade toda histórica, e o bacana é justamente passear no seu centrinho histórico que abriga, além das lindas casas antigas, alguns museus bem interessantes. O que é muito legal é que você paga R$ 3 para visitar os 3 museus históricos, que ficam todos na mesma rua.

lapa museus

Teatro São João

Você pode começar a visita aqui, no teatro que fica na praça principal. Ele é uma gracinha, tanto por fora quanto por dentro. Ele é de 1873 e recebeu D. Pedro II, inclusive tem um camarote com placa exclusiva pra ele.

teatro são joão

Lá cabem cerca de 200 pessoas e na época do cerco serviu como uma enfermaria. Ele está todo conservado e hoje recebe vários eventos culturais na cidade.

lapa teatro

Museu Histórico

Aqui você encontra tudo sobre a história da Lapa e do cerco. Para visitarmos é preciso colocar um chinelo especial, para que os sapatos não estraguem o chão. Só cuidado pra não cair, o negócio fica super liso!

lapa museu histórico

Lá tem documentos, utensílios, armas e muitas outras coisas pessoais de General Carneiro. Este museu fica ao lado do Teatro

Museu de Armas

Seguindo um pouco na mesma rua, coisa de 2 quadras, chega-se à Casa da Câmara, antiga cadeia da cidade que hoje abriga o Museu de Armas.

O local era uma cadeia, virou escola, mais tarde foi reformado novamente para parecer com a antiga cadeia e hoje abriga o museu e a Casa da Câmara da cidade. É legal ver que o edifício é efetivamente utilizado! Como o nome já diz, neste museu encontramos as armas usadas na Revolução e no período do Império.

lapa museu de armas

O que achei bem legal dos 3 museus é que todos tinham pessoas dando explicações e respondendo perguntas dos visitantes. Muito atenciosos e prontos para os turistas. Vale ressaltar que todos fecham nas segundas feiras!

Panteon dos Heroes

Seguindo ainda a pé, é possível visitar o Panteon. O lugar é lindo, um jardim muito bem cuidado e uma homenagem aos que participaram do cerco. É aqui que ficam os restos mortais de General Carneiro.

lapa panteon de heroes

Os canhões da entrada são originais!

Casa da Memória

Essa casa/museu fica ao lado do Panteon e a entrada é gratuita. Ela também é conhecida como a Casa dos Cavalinhos, por conta dos desenhos da entrada. Bom, na verdade tem toda uma história por trás dos cavalinhos, que é contada na visita à casa. Vou deixar essa parte pra sua visita, hehe.

Igreja de Santo Antônio

Essa igrejinha fica na pracinha principal do centro histórico, quase em frente ao Teatro São João. Ela é o prédio mais antigo da cidade, tombado desde 1938.

lapa igreja

Parque Estadual do Monge

Todos os passeios acima dá pra fazer a pé, mas para chegar ao Parque é preciso ir de carro, ele fica mais afastado do centro. Ele recebe esse nome porque lá vivia um antigo monge da cidade, João Maria D’Agostinis. A gruta que ele vivia ficou conhecida como Gruta do Monge.

O parque tem entrada gratuita e o passeio não é tão demorado. Na entrada é possível parar no mirante e observar toda a cidade.

lapa parque do monge

Mais a frente fica a real entrada do parque, e podemos caminhar um pouco até a gruta. A estrutura toda é simples e a caminhada é tranquila, não tem sofrência aqui apesar dos degraus e pedras no trajeto.

ONDE COMER

Pude conhecer 3 restaurantes na Lapa, então vou deixar todas as opções aqui. Todos eles ficam bem próximos, no centrinho e dá pra chegar a pé em todos partindo dali.

Expedito

Nesse lugar fizemos o show de tango um tempo atrás. O espaço é lindo e tem várias opções de pratos. De todos os que fui, esse é, com certeza o mais “gourmet”. Gostei bastante de lá, e na ocasião comemos uma pizza. Eles tem almoço executivo durante a semana também.

Serviço: R. Amintas de Barro, 260 – Centro

Lipski

O Lipski fica 2 quadras pra baixo da rua principal do centrinho histórico, super fácil chegar. Lá você encontra comida típica, caseira, simples e gostosa. Lá o buffet é livre, e o preço fica mais ou menos R$ 35-40 dependendo das bebidas. Alguns dizem que é o melhor da cidade, mas eu não concordo. Ele é gostoso sim, mas não pra ser o melhor. O Casarão (abaixo) achei bem mais interessante e em um espaço mais bonito.

Serviço: Avenida Manoel Pedro, 1855 – Centro 

O Casarão

Outra opção bem legal para o almoço é O Casarão, que fica em frente ao Museu de Armas. Ele fica em um casarão histórico e gostei bastante da decoração na entrada, adoro essas coisas antigas:

restaurante lapa casarão

Lá o buffet é livre e custa R$ 33 por pessoa. São diversos pratos entre o básico arroz, feijão e farofa, opções de massa, polentas, saladas e carnes variadas. Estava delicioso, todo mundo gostou e repetiu. Ainda neste valor estão inclusas as sobremesas.

lapa casarão

Serviço: Alameda David Carneiro, 307 – centro

barra

Comentários

comments

Leave a Reply