B&B em Roma

Estive uma vez em Roma e já foi suficiente para me apaixonar pela cidade. Roma é vibrante, maluca e linda. Quando escolhemos o hotel, procuramos algo que ficasse meio perto da estação de trem Termini e que também não fosse longe do centro. Escolhemos o Bed and Breakfast Gaia, uma quadra da Piazza di Santa Maria Maggiori. De lá, também estávamos a mais ou menos 5 quadras da Piazza Venezia e do Coliseu.

Localização muito boa de fato, foi fácil de sair, chegar e passear. Mas não, o hotel não era muito bom. Já de cara aconteceu que fomos no endereço que vimos na internet, um prédio extremamente antigo, bem em frente à Piazza. Chegamos, subimos pelo elevador ainda mais antigo e chegamos em um mini apartamento, aparentemente do dono, não sei.

Lá, ele nos disse que ficaríamos em uma nova instalação deles, duas quadras adiante, do outro lado da praça. O rapaz foi muito atencioso, nos ajudou a descer com as malas e até nos levou em seu carro até o novo prédio. Mais ou menos o mesmo drama que tivemos em Venezia, com a mudança de prédio. A diferença é que em Roma a mudança não foi exatamente uma maravilha. O prédio era mais novo e os quartos mais modernos, mas a minha cama, gente… na boa… não era para um ser humano normal!

Esse novo prédio tinha 3 quartos, dos quais 2 tinham banheiro compartilhado e 1 banheiro privado (o nosso). Não tinha recepção nem nada, era como se fosse sua casa e cada quarto tinha uma chave para a porta da frente e do seu respectivo quarto. Inclusive se quiséssemos roubar roupa de cama, travesseiro ou qualquer coisa e ir embora, eles não iriam ver.

O quarto era pequeno mas ok, ainda estava dentro das medidas necessárias, o banheiro era minúsculo e um pouco difícil de se arrumar ali. A limpeza era diária e quanto a isso não tivemos problemas.

Obviamente não tinha café da manhã neste nosso “puxadinho”, mas o pior de tudo era a minha cama. O quarto era duplo e colocaram mais um cama de armar. Sabe, eu não sou uma pessoa que exige o melhor quarto em hotel porque eu nem fico neles, é banho e cama mesmo. Não sou chata de reclamar dessas coisas em viagem, realmente não me importo, mas aquilo era ridículo! Até a cama, tudo bem, mas me colocaram um colchão com um rombo no meio, então eu deitava e tudo afundava no meio. Péssimo!

A diária fica entre 28 e 36 euro, depende da época. É bem em conta sim, mas certifiquem-se de não ficar na mesma cama que eu, hehe. O B&B fica precisamente na Piazza Santa Maria Maggiore, 12. Se você quer uma viagem econômica, o lugar pode ser útil. Como falei, achei a localização boa, tem metrô e ônibus pertinho, a estação principal logo ali e nela tem muitos lugares para comer.

Pra quem busca algo de melhor qualidade, aqui no site da HostelBookers tem várias opções. Na verdade não é difícil encontrar hotel em Roma, que é uma cidade super turística. Acho legal relembrá-los que na Itália é tudo muito meio velho e antigo, os prédios normalmente não tem elevador ou se tem, é no estilo do Gaia, bem velho. Não por isso que o albergue precisa ser ruim, tem prédios antigos conservados e que por dentro são bem arrumadinhos.

De fato não foi o melhor hotel/albergue que fiquei na vida, mas também não posso dizer que não serviu para o que eu queria e pelo o que eu podia pagar na época.

Mais sobre Roma:

Quanto custa viajar para Roma

Como ir do aeroporto ao centro de Roma

A parte Norte de Roma

Eur: a parte sul de Roma

- Os parques de Roma

As praças de Roma

Coliseu

Ruínas romanas

As outras igrejas de Roma: San Paolo e San Giovanni

Pantheon

Quartiere Coppedè

O que você precisa saber sobre a Fontana di Trevi

Capela Sistina

Comentários

comments

Leave a Reply