Bratislava

Vim trazer aqui para vocês mais um post do meu abandonado blog. Dessa vez vou falar de Bratislava, o destino pelo qual eu jamais pensei que fosse passar um dia.

A cidade ainda é pouco explorada pelos turistas, pois fica perto de várias outras cidades muito mais populares, como Praga, Viena e Budapeste, então acaba ficando de fora do roteiro de muitos viajantes. A capital da Eslováquia fica apenas a 64km aqui de Viena, então decidimos passar o domingo por lá.

Logo que descemos na estação de trem, confesso que fiquei um pouco assustada. O lugar era feio e extremamente sujo.
Eu nunca concordei com aquela história de “a primeira impressão é a que fica”. Indo em direção ao centro histórico você já consegue notar a diferença na paisagem. Os antigos prédios barrocos, rococós e renascentistas estão por todas as partes. Existem muitos prédios abadonados e destruídos pelo tempo, mas que ainda assim não perderam o seu charme.
O Bratislavsý Hrad, Castelo de Bratislava, não é o mais bonito dos castelos, mas ir até lá compensa pela vista da cidade. Mas prepare-se para uma subida imensa. Embaixo de 34º não foi nada fácil. E o pior de tudo é que na cidade simplesmente não venta! Não importa se você está na margem do rio ou no alto do castelo. Vento não existe! Pra mim parecia 87º.

Não tenho fotos bonitas da vista do alto do castelo. Adoro ver a cidade do alto, mas às vezes as fotos ficam tão sem graça!

O centro histórico é um ótimo lugar pra caminhar, comer, beber, conversar. É aconchegante e as pessoas são amigáveis. Foi onde passamos a maior parte do tempo. Os carros não possuem acesso ao centro histórico, então a circulação é boa e as ruas formam uma espécie de corredor, então se perder por ali é impossível, pois você não tem muitas opções por onde seguir. Na foto abaixo é a Michalská Brána, um dos portões de entrada quando Bratislava era cercada por muros em tempos medievais. A torre foi erguida no século XVI e manteve o mesmo estilo mesmo depois de passar por várias reformas.

A Slovenske Narodne Divadlo é uma galeria de arte em frente a uma praça com feira de artesanato e souvenirs. Foi o prédio que eu achei mais bonito de todos.

Verdades e mitos sobre Bratislava:

- Tudo é barato: mito
- Pessoas receptivas: verdade
- Um dia é suficiente para conhecer: verdade (conhecer o centrinho, no caso)
- Muitos mochileros: verdade
- Você vai morrer igual no filme “O Albergue”: mito
- Mulheres “fáceis”: verdade. Um dos principais souvenirs diz “eu amo as mulheres de Bratislava”
- Perigoso: não no centro histórico
- Pedintes na rua: verdade
- Prédios velhos abadonados: verdade

Vale a pena conhecer?
Se você tiver passando aqui por perto, por que não? Muitas vezes queremos tanto conhecer as cidades mais famosas que perdemos a chance de conhecer um lugar tão agradável como esse”.

Essas foram minhas impressões de um dia em Bratislava, mas não posso falar assim com propriedade da cidade, sabe? Deve ter mais coisas legais para fazer por lá. Ou não. Hehe.

Alguém já foi e quer nos contar mais alguma coisa?

Comentários

comments

3 Comments on Bratislava

  1. Miguel
    23 de julho de 2011 at 13:57 (6 anos ago)

    ahahah, eu passei de trem de madrugada, dei uma olhada na estação e voltei.

    Responder
    • Mariana
      Mariana
      23 de julho de 2011 at 14:45 (6 anos ago)

      Mas se de dia a estação já é assustadora, quem dirá a noite. Mas indo mais pro centrinho, onde tem restaurantes e bares é tudo bem lindinho, limpinho e legal.

      Responder
  2. roberto
    13 de março de 2012 at 1:24 (6 anos ago)

    acho que vou pra la mes que vem….

    as mulheres la sao gatas?

    Responder

Leave a Reply