Chilitos: os cachorros de Santiago

Já devo ter comentado aqui ou no Facebook que se existe algo que eu goste tanto quanto viajar são os cachorros. Essas fofuras são ótimas companhias e toda vez que eu viajo, sinto muita falta dos meus amiguinhos. Se eu pudesse, levaria todos juntos e faria deles dogs viajantes, igual esse aqui, mas o problema é que eu tenho 8 cachorros e não tem como viajar com eles, especialmente porque eles passam mal se a viagem for de carro e jamais teria coragem de despachá-los em um avião. Então, quando eu viajo, sempre fico de olho nos cachorros alheios procurando algum para brincar. Hahaha.

Antes de ir para o Chile eu já tinha lido algumas pessoas reclamando da quantidade de cachorros nas ruas e achei que fosse da mesma forma que é no Brasil. Porém, quando cheguei lá, notei que realmente existem MUITOS cachorros na rua. Muito mais do que aqui, inclusive. E os cachorros de lá são bem diferentes, pois aqui estamos acostumados a ver cachorros de porte médio vagando pelas ruas, enquanto lá só tem cachorros gigantes. Por incrível que pareça, os cachorros chilenos são bem mais cuidados que os daqui. E mais gordinhos também. Aparentemente, a própria população cuida deles, já que notei várias lojinhas e camelôs alimentando os dogs.

Meu primeiro amigo chileno eu conheci em frente ao Palacio de La Moneda e apelidei carinhosamente de Chilito.

A princípio pensei que a amizade com o Chilito terminaria ali, mas o Chilito resolveu ser nosso guia turístico e nos apresentar o centro histórico de Santiago. Veja bem, o povo chileno é tão gente boa que até os cachorros deles são uns queridos. Caminhamos pelo Paseo Ahumada, tomamos café da manhã e sempre que parávamos em algum lugar, o Chilito ficava sentado nos esperando.

Infelizmente tivemos que despistá-lo na Plaza de Armas, pois não tinha como ele continuar os passeios conosco. Ficamos tristes, mas a vida segue. Haha.

Depois do Chilito, conhecemos vários outros Chilitos e todos tão simpáticos quanto. Brincamos até com o dog da polícia.

Para quem gosta de cachorros, Santiago ainda tem mais essa vantagem ;)

É um pouco triste ver os cachorrinhos abandonados, mas pelo menos as pessoas cuidam e dão carinho à eles.

UPDATE:

Olha que ação linda que fizeram para os dogs receberem mais atenção e carinho:

Comentários

comments

16 Comments on Chilitos: os cachorros de Santiago

  1. Marina
    3 de maio de 2013 at 10:45 (6 anos ago)

    Oi Mari!

    Quando fui pra Santiago, tb notei isso. Cachorreira que sou, eles não passaram despercebidos, ainda mais por serem tão bem cuidados e grandes… tem uns que até sobem no Cerro San Cristóbal!

    Responder
    • Mariana
      Mariana
      3 de maio de 2013 at 10:52 (6 anos ago)

      Ai, não consegui subir em nenhum Cerro, mas tenho certeza que também existiam dogs por lá, já que eles estão em todos os lugares mesmo. Hahahaha

      Responder
  2. Luciano
    3 de maio de 2013 at 18:39 (6 anos ago)

    E os cachorros de lá não são feinhos não! São um mais bonito que o outro. Na Plaza Peru um chegou perto da gente com uma bola na boca, colocou a bola no chão e olhou pra gente. Tivemos que brincar com ele, né? Na hora de irmos embora – já era noite, demos tchau, ele pegou a bola e foi procurar outras pessoas para bricar. Bicho esperto, até entendia português!

    Responder
    • Mariana
      Mariana
      3 de maio de 2013 at 20:20 (6 anos ago)

      Tá brincando que o dog fez isso??? Nossa, eu teria sequestrado e trazido na mala comigo se o dog chegasse com uma bola pra brincar. Hahahahaha
      E sim, eles são mega espertos, né. Também fiquei impressionada.

      Responder
  3. Aline
    7 de maio de 2013 at 10:52 (6 anos ago)

    Oi Mari, também sou cachorreira e fico muito triste quando vejo esse tipo de abandono, espero que o governo chileno perceba o problema e cuide dos nossos amiguinhos!

    Responder
    • Mariana
      Mariana
      24 de julho de 2013 at 12:53 (6 anos ago)

      Para falar a verdade, acho que o governo não deve ter muitos planos com relação à isso, pois conversei com pessoas que visitaram o Chile há alguns anos e, pelo visto, o problema já existia e continua igual.
      De qualquer forma, acho menos preocupante do aqui no Brasil, porque lá a população se mobiliza para cuidar deles :D

      Responder
  4. Ana Paula Batista
    24 de julho de 2013 at 12:49 (6 anos ago)

    Olá Mari!
    Acabei de voltar de Santiago e também observei a quantidade de cães nas ruas. Chamou muito a minha atenção! E engraçado que eles são grandões, lindos e aparentemente cuidados pelas pessoas que moram por perto. Como estava frio, vi alguns com roupinhas e vi também porções de ração pelas ruas. Mas é triste vê-los abandonados.
    E realmente ainda não descobri o motivo de ter tanto cachorro na rua.
    Beijos,
    Ana

    Responder
    • Mariana
      Mariana
      24 de julho de 2013 at 12:54 (6 anos ago)

      Sério que tinha dog de roupinha?
      Hahahahahhaha
      Que fofura que deve ser, ainda mais que eles são grandões e de roupinha devem ficar super engraçados.
      Também achei triste a quantidade de dogs abandonados, mas pelo menos eles recebem amor, comida e, veja só, até roupinhas!

      Responder
  5. Cleia Cunha
    27 de novembro de 2013 at 2:51 (6 anos ago)

    Cheguei sábado do Chile, fiquei muito triste com a quantidade enorme de cachorros abandonados, eles disseram que as famílias se mudam e simplesmente não os levam, ainda bem que algumas atitudes estão sendo tomadas para conscientizar a população.

    Responder
    • Mariana
      Mariana
      27 de novembro de 2013 at 8:30 (6 anos ago)

      Não sabia que eles eram vítimas de abandono
      Muito triste :/

      Responder
  6. Camila Louise
    9 de outubro de 2014 at 16:54 (5 anos ago)

    Muito lindo e sensível seu post! Vou para Santiago no final deste mês e é bom saber que encontrarei tantos amigos fofos por lá! =)

    Responder
  7. Maria
    16 de outubro de 2014 at 14:38 (5 anos ago)

    Tenho pesquisado muito sobre essa situação dos cachorros no chile. Sou de Belo Horizonte e aqui a situação é bem crítica. Infelizmente sou dessas que chora e acaba com o dia ver um cão abandonado. Estou me preparando para não estragar a viagem de ninguém! Porem, visitando um blog de um casal vegano vi que eles castram e constroem casinhas para os cachorros, de certa forma oferecem uma vida mais digna para eles. Aguenta coração! :´(

    Responder
    • Mariana
      Mariana
      17 de outubro de 2014 at 9:35 (5 anos ago)

      Mas olha Maria, deixa eu te contar que você não vai sofrer muito vendo os dogs no Chile, porque eles são bem cuidados e gordinhos <3
      Eu fico triste quando vejo aqueles magricelos e sarnentos abandonados.
      Me passa o link do blog desse casal vegano?

      Responder
  8. Karen
    13 de fevereiro de 2017 at 17:20 (2 anos ago)

    Estou no Chile de férias e não consigo parar de chorar por causa dos cachorros abandonados nas ruas, são gordinhos, é verdade, mas são abandonados e nenhum bichinho merece isso. Muito triste!!! Não tinha idéia que isso era tão intenso no Chile, em Valparaiso então, cheguei a ver 5 cachorros de uma vez só. Até filhote abandonado. É muito triste! Não consigo parar de chorar, a quantidade de cachorro abandonado nas ruas é absurda!!! Algo tem que ser feito!! Isso não pode continuar! ! Por que aqui não existem ONGs e abrigos como existe no Brasil para cuidar desses animais??? Quero fazer alguma coisa para ajudar a acabar com isso! ! Se alguém souber alguma projeto, alguma coisa que possa ser feita pra acabar com isso peço que me avisem porque quero muito participar. Meu email : kferreira@trt4.jus.br

    Responder
    • Mariana
      Mariana
      14 de fevereiro de 2017 at 8:34 (2 anos ago)

      Pois é, Karen, eu também fiquei com dó, mas quando eu percebi que são bem cuidados e aceitos pela população, fiquei menos preocupada. Não sei se todos os lugares são assim, mas nos que vi, o pessoal sempre cuidava, ao contrário daqui, que o pessoal chuta, grita, bate.
      Se eu souber de uma ONG, te aviso, mas acho que não existe com a mesma força que aqui. Se existisse, não teriam tantos dogs nas ruas.
      Deveria ter alguma intervenção do governo, fazendo castração. Aqui em Curitiba a prefeitura faz castração gratuita.

      Responder

1Pingbacks & Trackbacks on Chilitos: os cachorros de Santiago

  1. Perros Callejeros: Os cães de rua do Chile -
    1 de agosto de 2017 at 23:21 (2 anos ago)

    […] A relação dos “perritos” com os turistas é muito boa também. Não é nada incomum ser seguido por um ou mais deles, enquanto você passa pelas calçadas do Centro, do Palácio La Moneda e arredores. Durante o Free Walk Tour, vários deles vinham brincar com o grupo. A Mariana do Blog Finestrino conta uma história bem engraçada dela andando com um guia turístico inusitado pelas calles de Santiago. […]

    Responder

Leave a Reply