Chillán no verão!

Se tem uma coisa que a gente faz por aqui, é ir em épocas não convencionais pros lugares, haha. Digo isso porque um dos nossos posts com mais acessos da história do blog é o Valle Nevado no verão que, como todo mundo sabe, é um destino totalmente invernal. Assim como Chillán.

Não é que a gente não goste de neve, pelo contrário, adoro e acho muito legal esquiar, mas acontece que esses destinos 1.são beeeem carinhos no inverno e não tá rolando agora e 2. eles estavam já no nosso caminho de veraneio, e por quê não visitá-los? Fomos!

chillán no verão

Chillán é o seguinte, é uma cidade bem no meio do Chile (entre Argentina e costa), fica ali na Ruta 5 mesmo (estrada que corta o país todo) e honestamente? Tem nada. Assim, ok dar uma volta rápida e pronto. O point mesmo é toda a parte de esqui que na verdade mesmo, é bem afastada dali.

Você vai ficar no Valle Las Trancas, que fica a mais ou menos 100km de Chillán, sentido Argentina. É lá que estão as atrações, as montanhas, as cabanas. Mesmo indo pra Chillán no verão, o lugar é lindíssimo, a paisagem na estrada para e por lá é linda, e Las Trancas é toda uma gracinha. Está cheia de restaurantes, pequenas lojas e mercadinhos, cabanas e trilhas.

las trancas chillán

Diferenças inverno e verão

A diferença é gritante do inverno pro verão. Pra começar o clima e a paisagem. Enquanto no verão o sol fica forte e a gente passa calor (a noite ainda é frio, chegamos a pegar 7 graus), no inverno não dá pra andar com carro sem corrente nas rodas e tudo fica coberto pela neve alta. Olha só:

chillan inverno

Já no verão, completamente diferente:

chillán

No verão o Valle fica muito vazio se comparado ao inverno. Não é que é deserto e não tem onde comer ou o que fazer, pelo contrário, tem muita coisa aberta. O próprio hotel Termas de Chillán (esse que aparece na foto inclusive), que é o ponto mais famoso pela estação de esqui, fica aberto durante o ano inteiro, e vimos MUITOS chilenos indo pra lá curtir as piscinas e a vista. Sem contar a tranquilidade do lugar, né?

Essa estrada vazia? Também, algo que você só encontra no verão e pode apreciar bem tudo, parar pra fotografar, dirigir como quiser. Já no inverno, é congestionamento puro. Para ir das cabanas, que ficam mais abaixo, para a estação de esqui, você vai demorar um tempinho sim. A boa coisa é que a estrada é perfeita, muito bem cuidada, tem assistência em vários pontos e não é nada tão isolado e remoto assim. É claro que, se você não tem experiência para dirigir na neve, contrate o transporte. Porque sim, a estrada é boa, mas neve escorrega, chove e né, são montanhas com áreas de risco.

Quanto aos preços, são os mesmos nas duas épocas. Como achei o Chile inteiro caro mesmo, isso não vai te assustar. A comida está cara, então já não vai fazer diferença se houver alguma variação.

O que fazer no verão

No verão tem muitas atividades pra fazer por lá também! No inverno temos a estação de esqui, passeios de trenó, termas pra curtir na neve e teleférico subindo montanhas.

Já no verão temos muitas trilhas, pequenas escaladas, motocross, cavalgadas e tirolesas. Uma visita indispensável é a trilha no Valle Shangri-la, onde podemos ver o vulcão Chillán e a paisagem lunar por ali. É possível seguir em uma trilha mais longa e chegar em uma lagoa, a Huemul, mas esta não fomos pois estávamos sozinhos e já estava ficando tarde. A sensação desse lugar é que o fundo dela nunca foi atingido! Pensem!

chillán verão

No hotel Termas de Chillán, tem várias atividades também, e você pode passar o dia lá. Dá para ficar nas piscinas térmicas, jogar golf, fazer massagens e fazer observação em telescópio (o céu lá é absurdo a noite!).

Eu vi em um site gente dizendo que não vale a visita no verão. Olha, na boa, vale sim. Achei o lugar lindíssimo, tranquilo, Las Trancas é uma graça e o povo bem receptivo. Nós passamos a noite de ano novo lá e não nos arrependemos de fazer essa paradinha. É claro que não é um lugar pra ficar 5 dias no verão porque sim, vai dar uma cansada caso você queira mesmo é fazer atividades diversas. Em 2 dias já esgotam as opções. Mas sinceramente, adorei conhecer Chillán no verão. Uma delícia de lugar.

Onde de hospedar

Nós tivemos 01 probleminha nessa questão. Aliás, acho que foi o único problema da viagem toda. Quando você for buscar hotel em Chillán, todos que vão aparecer serão em Las Trancas. E nem se assuste com o preço do Termas de Chillán, tá? Porque tem outras milhões de opções lá e você pode só ir pra lá esquiar mesmo.

Enfim, como contava, tudo vai te jogar pra Las Trancas, porque bem, é lá o poin. Tem de tudo e de todos os valores. Tem hostel, tem domo (olha esse que demais), tem cabana. A coisa é que grande parte é de cabanas para 4, 5 ou 6 pessoas, e pra ir em 2, o preço fica mais salgadinho. Mas pra ir de galera os preços são maravilhosos! Bem, depois de muito pesquisar, encontramos um que tinha opção de quarto para 2 e com preço bem legal. Ótimo, reservamos! (como era noite de ano novo, também não tava afim de ficar em algum lugar tão simples, sabem né)

Chegamos em Las Trancas, fomos procurar o local. Ficamos UMA HORA procurando e nada! Assim, a região é tipo 1 rua, com algumas estradinhas entrando nas laterais, não é difícil sabe? Mas não tem nome nas ruelas e justo ESSE hotel não tinha sequer uma placa indicando a entrada!! Todos os outros tinham. O nosso não. Perguntamos umas 4x e nada. Sério, a gente tava muito puto com isso. Aí perguntamos para mais uma pessoa, e o cara foi muito legal, jogou no google maps dele (porque o nosso era offline e as vezes não marca tudo no mapa, ainda mais nesses lugares remotos), não sabia onde era, ele parou mais umas pessoas e perguntou e só assim, ENFIM, encontramos.

Ok, que bom né. Lugar simples mas ok. Fomos fazer check-in. Pergunta se tinha alguém pra receber a gente. Não tinha! Tinha um papel colado: chegando favor ligar x. Gente. Vem cá. Lugar turístico. Nem todo mundo compra chip de telefone porque hoje existe uma coisa mágica chamada wifi que facilita tudo. Não tínhamos como ligar, querido. Desistimos. Ficamos tão putos de já ter perdido 1h, chegar lá e não ter ninguém… saímos e fomos pra outra cabana na frente.

Acabamos pegando uma cabana para 5 pessoas, na El Leñador. Lá custava 50.000 pesos (R$ 295), e o que falei, pra dividir em 5 é muito ok! Bom, gostamos da dona, do lugar, a cabana tinha tudo, lareira – nossa, no verão, pra quê? – toalhas, cozinha, 2 quartos, piscina. E a lareira, usamos? Ahhh meu bem, usamos sim. Fez 7 graus de madrugada, tenso! Ficamos bem quentinhos lá, hehe.

chillán no verão

Em Las Trancas tem centenas de opções mesmo. Muitas cabanas não tem café incluso, porque elas são apartamentos né? Tem cozinha e você pode fazer tudo lá, e fica mais barato mesmo.

chillán verão

Mais sobre o Chile:

– Roteiro Chile: 17 dias de carro 

– Quanto custa viajar de carro pelo Chile

– Dirigir no Chile: tudo o que você precisa saber

– Vantagens e desvantagens de fazer uma viagem de carro pelo Chile

– O que fazer em Santiago

– Aluguel de carro no Chile

– Vinícolas no Chile: Viña Miguel Torres

– Vinícolas no Chile: Viña San Pedro 

– Vinícolas no Chile: Concha y Toro

– Museu de Colchagua em Santa Cruz, o maior museu privado do Chile 

Onde de hospedar no Valle del Colchagua e o que fazer

Parque Nacional 7 Tazas e onde se hospedar para visitá-lo

O que fazer em Pucón, Villarica e região

– Onde se hospedar em Pucón: Glamping Pucón, único acampamento de luxo do Chile

– Onde se hospedar em Pucón: Hotel Boutique Casa Establo

– Artesanato chileno: o que comprar de legal

– O que fazer em Puerto Varas e região

– Onde se hospedar em Puerto Varas

– Como chegar e o que fazer na Ilha de Chiloé

– Uma parada em Valdivia

– O que fazer na região de Malalcahuello e onde se hospedar

– Termas de Malleco e Parque Tolhuaca

– Saltos del Laja, um passeio gratuito no meio do Chile

– Valle Nevado no verão

– Dirigindo na montanha: Valle Nevado

– Quanto custa viajar para Santiago?

– Pega turista: restaurante giratório

– Cajon del Maipo

– San Jose del Maipo: a mini cidade entre montanhas

Chile road trip

Comentários

comments

2 Comments on Chillán no verão!

  1. Tatiana Maffei
    7 de dezembro de 2018 at 17:02 (3 dias ago)

    Olá Anna, Estou indo com minha família para Pucon, saindo de Santiago de carro. Poderia nos dar uma opção de que cidade parar na rota 05 para um pernoite? Chillan seria uma boa opção ou acha que tem alguma que vale mais a pena? Muito obrigada!

    Responder
    • Anna
      Anna
      10 de dezembro de 2018 at 11:49 (4 horas ago)

      Oi Tatiana.
      Tudo bem?

      Você viu esse post com o roteiro completo por onde passamos?
      Link: http://wp.me/p1dlxU-7vZ

      Tem Curicó e Talca antes, e lá achei o passeio mais bacana.
      Veja os posts das 3 cidades.

      Beijo.

      Responder

Leave a Reply