Copacabana Palace, almoço de luxo

Na última ida ao Rio, fiz coisas bem distintas, passeios estilo 8×80 mesmo. Um dia fui passear no Morro Santa Marta (que eu já contei aqui pra vocês), mas um dia antes fiz a rica e fui almoçar no Copacabana Palace, só um dos hotéis mais chiques e luxuosos do mundo. Aquele mesmo que todos os artistas de hospedam.

De fato eu não tenho cacife para me hospedar lá, mas assim como o Plaza em NY (contei aqui sobre ele) e o Faena em Buenos Aires (contei aqui sobre o restô), é possível ter um gostinho da riqueza extrema e pelo menos fazer uma refeição por lá. Estávamos hospedados em um hostel ali perto, e quando surgiu a ideia de almoçar no Copacabana Palace, não teve dúvida: VAMOS!

Chegamos por volta das 13h e logo na entrada fomos na recepção do hotel perguntar se poderíamos almoçar lá e se tinha mesa. O concierge, muito simpático disse que faria uma ligação no resto pra ver se estava ok. Tudo certo, ele deu nosso nome e fomos pra lá. Bem, imaginamos que o restaurante estava lotadíssimo né, pra ele ter que ligar e fazer uma reserva. Entramos pela esquerda, fomos até a piscina e logo vimos a entrada do lado direito, em uma das torres de apartamentos do hotel.

Tudo do mais chique possível e bem… VAZIO! Ok, melhor para nós que estávamos com o tempo um pouco apertado.

Logo que chegamos atendimento impecável de todos os garçons, padrão Copacabana Palace, não é mesmo? Já serviram uma cesta de pães maravilhosos e o suco que pedimos. A cestinha é paga, obviamente (R$ 15 por pessoa), mas olha… vale a pena pegar sim. É muito farta, várias opções, quentinhos e muito gostosos. É praticamente um almoço já.

Mesmo sem pedirmos, veio uma salada como uma pequena entrada. Bem simples, alface, queijo e funghi.

No cardápio opções bem diferentes e algumas poucas opcões vegetarianas. Tem de macarrão a javali, mas não são milhões de opções ok? São pratos bem selecionados. Eu e meu amigo escolhemos massa: eu um macarrão com presunto e queijo e ele gnocchi de berinjela. Os pratos principais mais baratos ficam em torno de R$ 66. É bem caro para macarrão, então torci para que fosse muito bom e bem servido. Por sorte foi tudo isso. Foi tudo e mais um pouco.

Que prato delicioso (porém pesado pelo gosto forte do queijo), muito bem servido, lindo… padrão Copacabana Palace. Os pedaços de presunto eram fininhos, quase como o próprio macarrão. O queijo era abundante e a parte de cima toda gratinada, uma crosta quase impenetrável.

Depois da mega cesta de pães (confesso que exagerei nesse couvert) nem aguentei comer todo meu prato principal. É claro que depois de toda essa comilança, não cabia sobremesa e pulamos essa parte direto para a conta.

Uma surpresa: ainda assim veio uma torre de petit fours de vários sabores, toda arrumada e muito linda. Entre os docinhos tinham trufas, bolachas doces, um doce com manga… Muita coisa! Que bom que não pedimos a sobremesa!

No fim, a conta do almoço no Copacabana Palace deu R$ 100 para cada um. É caro? Sim, é caro. Valeu a pena? Valeu muito a pena, uma experiência diferente, lugar lindo, comida muito gostosa, algo que podemos nos dar de vez em quando. Ah, claro que não pedimos vinho, nem entrada, nem sobremesa e confesso, economizamos no suco para tentar conter um pouco o gasto.

1 Comment on Copacabana Palace, almoço de luxo

  1. wilson
    28 de maio de 2014 at 4:27 (118 dias ago)

    Brilhant review.

    Responder

Leave a Reply