Éfeso, a segunda maior cidade do Império Romano

Pensa em um treco fantástico. É Éfeso, sem dúvida. Confesso que antes de ir pra Turquia eu nem pesquisei muito, fui meio na loca, fui junto com o “bando” e, consequentemente, eu nem sabia direito o que ia encontrar. Isso é ótimo, porque é mais difícil de se decepcionar né? Várias vezes eu pesquisei lugares, achei que eram demais e na hora “fuééé”. Ultimamente tenho achado melhor não pesquisar tanto e deixar o fator “uau” pra hora do encontro mesmo. Tá funcionando, viu?

Éfeso foi uma cidade greco-romana, a segunda maior do Império Romano, perdendo apenas pra Roma, é claro. Nós fomos visitá-la depois do passeio de Pamukkale que contei esses dias. É bem pertinho mesmo e vale a pena a esticada.

A cidade contava com 250 mil habitantes (nada mal, hein?) no século I a.C, e isso fez dela a segunda maior cidade do mundo também. Ela é muito famosa por causa do Templo de Ártemis, de 550 a.C e uma das Sete Maravilhas do Mundo.

éfeso

O que é muito interessante é que as ruínas estão conservadíssimas! Éfeso é como se fosse uma Pompéia, só que muito mais inteira e com mármores ainda visíveis. É uma coisa linda e impressionante de se ver. Cidade riquíssima!

éfeso

No passeio visitamos o Teatro da cidade, conhecemos onde eram os banheiros, tem também algumas casas que estão protegidas do tempo e que possuem mosaicos muito intactos (e para visitar paga-se mais 10 liras) e o mais impressionante de tudo, a Biblioteca, que está quase inteirinha ainda. É chocante, o prédio é imenso, lindo e… maravilhoso.

éfeso biblioteca

Dá pra visitar o interior, e claro, não é uma biblioteca como as de hoje em dia. E o mais interessante é que os homens passavam o dia na biblioteca estudando, só-que, lá tinha um túnel escondido que ligava o prédio ao puteiro da cidade. Homens sempre homens, é isso meninas. Hahaha

éfeso teatro

Também é em Éfeso que está a primeira propaganda do mundo. Em uma pedra do chão tem uma indicação com “mulheres” e uma seta. Indicando este mesmo local citado acima. Não pense que você vai passar batido por isso, pois a pedra tem corda de isolamento e tudo o mais. Claro que está super gasta, mas ainda dá pra ver.

éfeso

Ah, e essa deusa esculpida na pedra? Logo de uma marca famosíssima! Alguém consegue perceber que deusa é essa e o desenho da logo? #charadafinestrino

éfeso

No mais, a visita é fantástica. É um “uau” em cada esquina. Fotos e mais fotos e História que não acaba mais. Se você puder, faça a visita com guia, assim vai poder saber o que aconteceu em cada cantinho dessa cidade, além de algumas curiosidades bem curiosas.

éfeso

Como chegar em Éfeso

Agora que deixei com vontade, vamos falar de coisa séria: como chegar neste lugar. Pra quem está em Istambul e quer ir direto pra lá, a melhor opção é avião. Nós fomos de ônibus mas fizemos outro trajeto (vou falar desse roteiro inteiro mais pra frente). O aéreo te leva a Izmir e de lá é preciso pegar um traslado até Kusadasi, a cidade que também fiquei hospedada na viagem.

Para visitar os 3 pontos, Pamukkale, Casa de Virgem Maria e Éfeso, o seu dia precisa começar cedo, ok? Senão não rola porque é muita coisa, e se for inverno, lembre que os dias acabam bem mais cedo!

Para ir da cidade até Pamukkale, você pode pegar um trem. O trajeto dura cerca de 3h e custa entre 15 e 20 liras. O mesmo trajeto pode ser feito de ônibus também. A Simone do Flashes de Viagem fez o trajeto todo sozinha e contou no blog dela como fez. Dá uma olhada lá, pois eu saí do Brasil com o passeio todo estruturado, o que me facilitou muito a vida mesmo!

Outros posts sobre a Turquia:

– Turquia; dicas práticas de turismo

Posts de Istambul

– Roteiro Istambul para 2 dias de inverno

– Como são as estradas na Turquia

Ankara e o Mausoléu de Ataturk

– Capadocia: dicas práticas de turismo

- As cidades subterrâneas da Capadocia

Chaminés de Fadas e o Vale de Dervent na Capadócia

– O museu a céu aberto de Goreme

– Tudo o que você precisa saber sobre os tapetes turcos e como trazer pra casa

Show de danças turcas na Capadócia

– Museu Mevlana e os Dervixes em Konya

– Kervansaray: um passeio no meio da estrada na Turquia

Pamukkale e as piscinas de calcário

A Casa da Virgem Maria

– Bursa, parada estratégica com muito frio!

Cerâmicas turcas

O que comprar na Turquia

– Turquia: Sugestão de roteiro

Comentários

comments

Leave a Reply