Final de semana em Cinque Terre

Já falei aqui que não sou super fã de praia, mas fiz um passeio muito legal no norte da Itália, ali pertinho de Genova. Fomos para uma região chamada Cinque Terre (cinco terras), e não é assim bem uma praia… tem uns pedaços de praia, aquelas típicas italianas que ao invés de areia fofa, tem pedrinhas machucantes. Porém, são “praias” que ficam embaixo de enooormes paredões de pedra, coisa mais lindaaaa!

Na região tem várias dessas cidadezinhas, uma do lado da outra. O trem entre uma e outra sai por 2 euros o trecho, e como não tem muita coisa pra fazer na cidade além da praia, dá pra ver umas 2 por dia.

Fomos passar um final de semana por ali, e acabamos cometendo o erro de alugar carro para ir até lá. Primeiro erro: você vai dirigindo pela estrada e na hora de descer até as praias, o caminho é sinistro! Uma estrada minúscula que passam tipo 1 carro e meio (mas são ruas de mão dupla mesmo), extremamente sinuosas e perigosas. Segundo erro: para entrar no terreno dessas cidades, tem que pagar tipo um ESTAR pra deixar o carro lá. E em algumas delas, mesmo pra parar fora da entrada do local, em um pedaço da estrada, tem que pagar também!

A única coisa “boa” de ter ido de carro para Cinque Terre foi que nos aventuramos. Fomos até lá sem procurar hotel nem nada, pensando em acampar na praia ou em qualquer lugar que fosse. A-ham! Não dava pra fazer isso, e pelo menos usamos os carros para dormir. Agora imagina um desses carrinhos pequenos e compactos, com 4 pessoas, cheias de jaquetas e travesseiros e comida de forma super confortável troncha!

No total fomos para: Porto Venere (não faz parte de Cinque Terre, é um pouquinho antes), Vernazza, Monterosso e Corniglia. Pontos turísticos são os naturais mesmo, mas pensando que são considerados Patrimônios da Humanidade, meio que vale a pena, né?

Olha essa foto em Corniglia:

Essas pessoas somos nós, e essa pedra é assim mesmo, não é Photoshop ou truque de câmera. Ela é assim bem íngreme e as pessoas vão ali pra ficar conversando. Dá um certo medinho transitar ali, mas ver o por do sol nessa parte de Cinque Terre foi top!

Já Porto Venere tem essas vistas incríveis:

Além da vista, Porto Venere é o melhor lugar para se hospedar das Cinque Terre. Bem no centrinho de Portovenere tem a versão aquática daqueles ônibus “hop on hop off”, em que você paga um bilhete e ele pára nos principais pontos turísticos e que você pode subir e descer quantas vezes quiser. Esses barcos seguem o mesmo princípio, com um bilhete de um dia, você percorre todas as Cinque Terre de barco e pode ir e voltar quantas vezes quiser. Além de tudo isso tem um castelo bacanérrimo!!

Em Vernazza foi onde estacionamos para dormir. Chegamos a noite e já achamos tudo lindo! De dia, nova surpresa: uma cidade muito gracinha!

Monterosso foi o lugar mais praiano que encontramos. Com uma quase orla e uma quantidade maior de pessoas tomando um bronze…

Já comentei ali que ir de carro foi erro, mas caso queira arriscar ou partir para outros lugares depois, pegue a estrada via Parma e depois sentido La Spezia, pois a autostrada via Genova é muito movimentada e mais lenta, claro. O trajeto leva em torno de 2h30!

seguro viagemSaiba mais sobre o seguro viagem aqui.

Comentários

comments

3 Comments on Final de semana em Cinque Terre

  1. Teruo
    24 de maio de 2010 at 11:29 (9 anos ago)

    Um dos lugares mais lindos que eu ja conheci.
    Mas, realmente, voce TEM QUE fazer o passeio de barco, Anna.
    Eu fui até a ultima “Terra”, saindo de Vernazza (acho).
    Dai voltamos 2 ou 3 das cidadezinhas à pé.
    Cansa, mas vale muito a pena.
    Depois pegamos o trem pra terminar o trajeto.

    I wonder how romantic would be with the beloved one by my side.
    ;)

    Responder
  2. mariana
    24 de maio de 2010 at 12:10 (9 anos ago)

    nossa! nem fodendo que eu ia subir naquela pedra ali.
    lindo, mas….

    Responder

1Pingbacks & Trackbacks on Final de semana em Cinque Terre

  1. #Fail: tentando dirigir em Milão « Finestrino
    12 de janeiro de 2011 at 8:48 (8 anos ago)

    […] por lá – no centro – e tal. E um belo dia resolvemos alugar um carro para ir até Cinque Terre (essa idéia foi fail também, porque é uma merda ir de carro até lá, vide o post de […]

    Responder

Leave a Reply