Como é a fronteira Uruguai e Argentina por Fray Bentos

Depois de alguns dias rodando no Uruguai, fomos pra Argentina. A ideia inicial era atravessar de barco ali por baixo, claro, mas o preço dessa aventura não funcionou para nós. Para atravessar um carro e 2 pessoas a tarifa chegava aos R$ 1.000 e achei um pouco sem noção pagar este valor. Foi por isso que mudamos o roteiro e colocamos as pequenas cidades de Dolores e Mercedes, pois resolvemos atravessar a fronteira por terra mesmo, ali pertinho de Fray Bentos.

Antes de viajarmos todo mundo sem exceção tinha avisado dos policiais argentinos, que paravam, pediam propina, etc. Obviamente já fomos pra lá com coração na mão, morrendo de medo. No dia que atravessamos estava a maior chuva (postei aqui sobre) e foi assim o dia todo, tanto no Uruguai quanto na Argentina até quase Buenos Aires.

Diferente da fronteira no Chuí, a fronteira Uruguai e Argentina era bem maior, mais arrumada e com fiscalização de verdade. O prédio é grande, comprido, como uma praça de pedágio só que maior. Chegamos abaixo de chuva e na nossa frente tinham 2 carros. Um deles passou e logo em seguida do guichê foi parado e 2 fiscais foram lá conferir tudo. JÁ MORRI AÍ NÉ. Depois de tantos comentários sobre a polícia argentina, pari 5 filhos nessa viagem, a cada policial no caminho.

Enfim chegou a nossa vez. Todos os documentos em mãos e ele pediu apenas o RG. Entregamos, ele escreveu fichinha aqui, outra fichinha ali, carimbinho, entregou e mandou seguir.

Pensamos: ok, agora seremos parados e revistados e extorquidos. Mas para surpresa total, os mesmos fiscais que verificaram o carro anterior nos olharam com uma carinha amigável. Encostamos meio que prontos para parar e ele “adelante!”. U-FA. Passamos! Que sensação mágica foi essa (até parece que somos foragidos falando haha). Deu tudo certo.

Não sei se foi pela chuva, se foi porque era dia 02 de janeiro, se eles estavam com preguiça ou se realmente ali na fronteira eles são mais tranquilos. No fim deu tudo certo.

Em seguida à fronteira tem uma pequena guarita de pedágio de entrada. Aí foi caro, 70 pesos (cerca de R$ 25) só para cruzar. Segundo o guarda, esse é o pedágio mais caro, e realmente, de toda a viagem, esse foi o mais caro.

Aqui embaixo coloco um video com uma pequena compilação de partes desse trajeto. Olha a chuva, a estrada e as pontes enormes! (não tem som mesmo, perdoem-me):

Por fim passamos ilesos e rapidamente pela fronteira. Sem apresentar trocentos documentos, sem entrevista, sem revista, sem propina. Foi perfeito!

OUTROS POSTS SOBRE ESTA VIAGEM:

Quanto custa? Uma viagem de carro por Argentina e Uruguai

Viagem de carro Brasil, Uruguai e Argentina: sugestão de roteiro

Comparando: estradas no Uruguai x estradas na Argentina

5 motivos para viajar de carro no Uruguai

Como são as estradas no Uruguai

Cuidados para uma viagem de carro

Como são as estradas na Argentina

Como é dirigir em Buenos Aires

Como é a fronteira do Chuí

Carta Verde, seguro obrigatório para dirigir na América do Sul

Comentários

comments

15 Comments on Como é a fronteira Uruguai e Argentina por Fray Bentos

  1. Francisco
    13 de março de 2014 at 18:18 (5 anos ago)

    Olá, tou espiando aqui porque eu farei esse trajeto em maio, porém estranhei o valor do buquebus, tou olhando no site e fica na casa de R$ 400 (2 passageiros mais o veículo)… o que é melhor do que fazer toda a volta lá por cima ! Será que é porque você deixou pra comprar na hora? Eu ia deixar pra ver isso lá, mas o pessoal fala que é melhor comprar antecipado… valeu pelas dicas de dirigir em Buenos Aires, eu já rodei muito pela Argentina, mas na capital ainda não dirigi, se bem que depois que eu dirigi em Lima eu posso dirigir em qualquer lugar kkkk

    Responder
    • Anna
      Anna
      14 de março de 2014 at 9:21 (5 anos ago)

      Oi Francisco.

      Nós não compramos na hora, nós pesquisamos em várias opções de travessia e ficava muito caro.
      Optamos por subir e conhecer mais cidades no Uruguai e de lá ir pra BUE.
      O tempo deu relativamente o mesmo (porque o buque demora também) e bem mais barato! hehe

      Beijo!

      Responder
  2. Dalvo
    24 de março de 2014 at 9:33 (5 anos ago)

    Oi Anna, meu nome é Dalvo, estou indo dia 31 de março de Floripa com meus 3 filhos e a esposa com destino a Punta Del Este, Montevideo e Colonia. Também fiz uma pesquisa no site do Buquebus e daria mais ou menos uns 750 reais na data que eu quero atravessar, então também optarei por cruzar de carro. Minha preocupação antes de ver o teu site era que a distância entre Colonia e Buenos Aires era de quase 900 km visto que a fronteira apontada pelo google seria lá em Salto, bem depois de Fray Bentos… dai estaria pelo menos mais umas 10 horas na estrada… mas pelo jeito a distância é bem menor né, assim como o tempo na estrada… Fiquei muito contente em saber isso. Obrigado pelas informações postadas, realmente ajudam muito!!! :)

    Responder
    • Anna
      Anna
      24 de março de 2014 at 15:49 (5 anos ago)

      Pois é Dalvo, quando vi a primeira vez no Google Maps também me assustei.
      Aí meu namorado aproximou e buscou outras pontes no mapa e encontrou essa em Fray Bentos.
      É mais rápido sim!
      E pode ir que é bem susse!!!
      Vocês vão adorar a viagem, tenho certeza.

      Até mais!

      Responder
      • KELVEEN ENDRIWS LUCAS
        2 de dezembro de 2016 at 9:51 (2 anos ago)

        Uma duvida, em algum momento desse roteiro eles carimbam o passaporte? Pois estou pretendendo fazer, mais queria carimbar o meu passaporte para tentar o visto americano posteriormente ! Grato

        Responder
        • Anna
          Anna
          2 de dezembro de 2016 at 17:59 (2 anos ago)

          Oi Kelveen.

          Nós nem levamos passaporte, e não levamos porque acontece o seguinte: dependendo da fronteira que você passa, se não tem guarda você passa direto.
          E aí você fica com um carimbo de entrada e sem o de saída (ou vice-versa). E isso é um problema depois. Porque teoricamente você ainda está no país de entrada.

          Antes de ir falei com uma amiga que mora na região sobre isso e ela me alertou. E justo aconteceu conosco.
          Entramos na Argentina por Fray Bentos e recebemos um papel com o carimbo. Se tivesse passaporte, teria carimbado nele.
          Porém quando saímos, por Dionísio Cerqueira, era super tarde da noite e a fronteira estava aberta sem fiscalização. Ou seja, não teríamos o carimbo de volta. Ouuu teríamos que ir atrás de um oficial ali pra ele carimbar.

          Então eu não acho uma boa correr esse risco. Porque depois vai ser pior ainda!

          Responder
  3. Dalvo
    28 de março de 2014 at 8:18 (5 anos ago)

    Poxa que legal Anna, muito obrigado pela dica!!! Estamos muito ansiosos para que chegue logo o dia 31. Já temos tudo! Carta Verde, Cambão, dois triângulos, todos os documentos, carro em dia… enfim, acho que me programei bem… fizemos reservas nos hotéis de Punta, Montevideo e Buenos Aires. Não sabemos como será a passagem por Colonia, uns dizem que vale a pena ficar pelo menos uma noite, outros dizem que basta um dia pra conhecer… O mais importante pra nós é que as coisas saiam dentro do esperado e que possamos descansar um pouco depois de trabalhar o ano inteiro, hehehe abraços pra vc e parabéns pelo BLOG, está muito legal :)

    Responder
  4. nathalie
    22 de maio de 2014 at 16:14 (4 anos ago)

    Ola boa tarde,
    Estou querendo ir de Montevidéu á Buenos Aires,
    E queria ir por Fray Bentos, Vc sabe a distância entre uma cidade e outra?

    Obrigada

    Responder
  5. Syllas da Fonseca
    1 de julho de 2014 at 15:19 (4 anos ago)

    Muito boa a sua dica. Estou aqui pesquisando roteiro para ir de Montevideo a Buenos Aires, achei o barco muito caro… R$1,2 mil ida e volta para 3 pessoas, quase morri! São 8 tanques completos de carro. Ai sai em busca de informações, pois vi essa ponte pelo google.

    Responder
    • Anna
      Anna
      1 de julho de 2014 at 15:43 (4 anos ago)

      Siiim! Também achamos caríssimo e fizemos por terra. Valeu muito mais a pena.
      A aduana é bem tranquila por ali também… eu indico \o, pode ir. E as pontes ali são super bonitas também, enormes!!

      Responder
  6. Aix Rizzo
    10 de novembro de 2014 at 21:45 (4 anos ago)

    Boa noite, Anna. Temos algumas dúvidas em relação ao seu roteiro final. Se puder, por favor tente nos responder, porque estamos em dúvida sobre ir de barco até a Argentina ou por terra, de carro:

    1 – Vcs percorreram 250 km de Dolores/Mercedes até Buenos Aires, certo?
    2 – Ao atravessar a fronteira em Fray Bentos, que estrada ou estradas vcs percorreram? Não há referência a esta parte da viagem de vocês, e não conseguimos um roteiro por ali através do Google Maps.

    Obrigados!

    Responder
    • Anna
      Anna
      11 de novembro de 2014 at 8:18 (4 anos ago)

      Olá Aix.

      Aqui tem o roteiro completo: http://wp.me/p1dlxU-5bE
      A travessia foi via Fray Bentos, vide post. Tem uma ponte ali que o Google não traça o caminho, mas ela existe, pois passamos por ela.
      Só tem uma estrada saindo dessa ponte, e há placas indicando a capital.

      Até mais!

      Responder
  7. Cris
    26 de dezembro de 2014 at 15:21 (4 anos ago)

    Olá Anna!

    Mil agradecimentos por este post que mudou a história da nossa próxima viagem e tornou possível adicionar BsAs e Rosário. O melhor da travessia terrestre é poder aproveitar o caminho e fugir do buquebus (digamos que não me sinto muito confortável em embarcações…)

    Daqui a alguns dias partiremos de Floripa rumo a Montevidéu-Colônia-BsAs-Rosário-Paysandu-Rivera-Missões-Praia Grande num roteiro circular. Qualquer dica ou novidade compartilho com vocês.

    Mais agradecimentos.

    Responder
  8. Cesar Ramalho
    26 de janeiro de 2015 at 10:43 (4 anos ago)

    Ola
    Optamos por ir de carro até colonia, pousando em Punta del Diablo, Punta del Este, Montevideu. Ficou ótimo também. O estacionamento em colônia é ao lado, literalmente, do porto. Um senhor simpático e de idade ficou com o carro por 4 dias por 100 reais, no total. Tem 2 opções de barcos, Buque Bus, com um barco gigante por 15000 pesos só para 4 pessoas ou uns 2.000 reais ida e volta, ou Colonia Express, um barco bem menor, mas que cabem 200 pessoas, por 7200 pesos, quase 900 reais, que foi nossa escolha. Comprei no dia anterior e não recomendo. Melhor comprar com antecedência e do Buquebus. Ótima dica a de ir de carro.

    Responder
  9. carlos lima
    17 de fevereiro de 2015 at 17:08 (4 anos ago)

    ola tudo bem,
    se for possivel mais algumas informaçoes sobre a travessia sobre a ponte estou saindo de ctba e pretendo chegar na argentina me assustei com o preço, os vlr nao sao em pesos uruguaio, pode me passar o roteiro correto do Rio grande do sul ate esta travessia, obrigado

    Responder

Leave a Reply