Onde ficar em Bangkok: Golden Horse Hotel

Quando fomos para o Sudeste Asiático, não escolhemos albergues para ficar, e sim hotéis melhores, uma vez que os preços por lá são bem convidativos e não faz tanta diferença.

Já cometei aqui que Bangkok é um grande caos. A cidade é parece toda suja e tirando os templos bem cuidados e lindos, é tudo meio largado e descuidado. Não foi diferente com a busca de hotéis. Sim, existem hotéis muito tops lá, mas também não exageramos ficando nesses de USD 800 a diária. Escolhemos um hotel simples porém com boa localização e com preço normal.

De fato, a localização do Golden Horse era bacana. Uma ruazinha que em uma primeira impressão não é muito amigável (mas isso é porque não estavamos acostumados com toda a cidade caos, e como bons brasileiros, ficamos com um pouco de receio no começo), mas depois descobrimos que ela era bem susse, trânsito zero, sem barulho a noite e só a vizinhança passando. Na esquina tinha um am/pm que serviu para comprarmos algumas guloseimas durante nossa estada.

Além disso, a rua ficava super próxima à Khao San Road, aquela rua mais famosona da cidade. Dava para ir a pé numa boa, mas optamos usar o tuk tuk para esse trajeto curto.

Tirando a localização e o preço bacanas, o resto… bom… o resto foi complicado. Começa pelo fato de que nenhuma atendente/funcionária do hotel falava o mínimo de inglês. Eu pedia chave, ela me dava papel. Eu pedia suco, ela trazia café. Eu pedia um táxi, ela trazia uma toalha. Mais ou menos por ai as conversas. No primeiro e segundo dia, ok, dava pra relevar, só que começou a ficar muito irritante. Era impossível qualquer tipo de informação!

Sei que para eles o inglês é super difícil porque o alfabeto todo muda, mas também não estava pedindo uma dissertação sobre física quântica, eram palavras mais do que básicas e indispensáveis para um hotel. O pior de tudo é que eu tinha achado que era o nosso hotel que era meio capenga com inglês, mas conversando com um outro casal de brasileiros em um dos templos, descobri que no deles era a mesma coisa. E o pior? O hotel deles era tipo, o Hilton. Quédizê….

Além do inglês complicadíssimo, o quarto era beeeeem mais ou menos. O chão estava mofado e cheio de manchas, e um dia depois do banho percebi que pro lado de fora da porta do banheiro, embaixo do tapete, tinha uma bolha de água. Não sei se era do nosso banheiro, até porque o chuveiro era longe da porta, mas foi esquisito isso.

O quarto tinha tv local e uns poucos canais internacionais, mas pelo menos a cama era boa e o frigobar tinha umas coisas essenciais e baratas. Ah, uma coisa ótima lá foi o serviço de lavanderia. Rápido e MUITO barato. Para lavar e passar uma camisa, o valor era algo em torno de R$ 1,00. Não preciso dizer que mandamos lavar mil coisas, é claro.

hospedagemSaiba mais sobre a parceria clicando aqui.

O café da manhã era simpático, mas sempre igual. Era separado por combos e tudo com comida asiática. O mais normal era o “americano”, sempre servido na mesa a la carte, nada de buffet. Nele vinham: torradas com manteiga e geleia, suco de laranja, café ou chá, ovos e bacon. Nós sempre pedíamos sem essa parte dos ovos e bacon, e toda manhã era um parto pra pedir essa modificação. O suco de laranja era péssimo, já avisando aqui. O resto era bem bom.

Outra coisa barata lá, era a internet. Era paga, mas cerca de R$ 0,50 para 1h de uso. Problema: só tem 1 computador. Sorte: hotel não estava cheio e dava para usar na boa.

O chuveiro era quente, a cama era confortável, a localização foi ótima para nós e bem… foi barato, mas não sei se me hospedaria lá novamente.

Comentários

comments

4 Comments on Onde ficar em Bangkok: Golden Horse Hotel

  1. Rafael
    5 de outubro de 2012 at 9:57 (6 anos ago)

    Oi Anna, tudo bem?
    Estive em Bangkok em junho. Não achei a cidade tão confusa igual todo mundo diz, achei até normal, mas acho que o fato de eu ter morado na Índia abaixou meus padrões nesse assunto. hehehe

    Em Bangkok nós ficamos numa guestgouse simpática que fica na mesma região do seu hotel. O café da manhã era no mesmo esquema desse, mas todos na recepção falavam inglês e a internet era liberada. A parte ruim é que o banheiro é compartilhado, mas é bem limpinho. Vou deixar o link aqui para o caso de ajudar alguém. Ahhh, custou só 20 reais o quarto duplo. =)

    http://www.hostelbookers.com/hostels/thailand/bangkok/63719/

    Abraço!

    Rafael

    Responder
    • Anna
      Anna
      5 de outubro de 2012 at 9:59 (6 anos ago)

      Nosssa, com certeza morar na India antes ajudou a não achar Bangkok meio caos.
      hehehe

      Boa dica, pode ajudar nossos leitores sim!

      Beijos e obrigada.

      Responder
  2. Fernanda - Blog Preciso Viajar
    5 de outubro de 2012 at 10:10 (6 anos ago)

    Eu também gostei de Bangkok logo de cara e também não achei caótica. Já fiquei nuns 5 em Bangkok e todos na faixa de U$20-U$30 na Khao San Road e arredores. Os que são bons e limpos – Rikka Inn (simples, numa parte da Khao San Road sem barulho (digo, dá para dormir tranquila). O quarto é pequeno, o chuveiro é naquele estilo meio grudado com o vaso, mas seca super rápido) e é limpo (o que importa para mim). Não tem café da manhã, mas o problema é facilmente resolvido na 7-Eleven que fica embaixo do hotel ou em algum restaurantes próximo (uns U$5) ou na rua mesmo (U$1). Ah, o hotel tem piscina e wi-fi grátis. Também fiquei no Sleep With Inn que fica na rua paralela a Khao San Road. Já fiquei lá 2 vezes, mas tenho que admitir que embora ele seja melhor em termos de tamanho de quarto, banheiro, etc, faz muito barulho e não dá para dormir. Hoje eu não recomendaria para as pessoas. Escutei falar muito bem de um hotel em uma das ruas que saem da Khao San – o nome é 4 Sons ou algo do gênero. Cheguei a ir lá, mas tava lotado.

    Responder
  3. Fabio Maurer
    5 de outubro de 2012 at 14:33 (6 anos ago)

    Sempre tive vontade de me aventurar pela Ásia. Fiquei curioso quanto ao preço da passagem. Se não puder dizer entenderei. Abraço.

    Responder

Leave a Reply