Gunung Agung, o ponto mais alto da Indonésia

O ponto mais alto da Indonésia, com 3.140m de altura é o Monte Gunung Agung, um vulcão que teve sua última erupção em 1963. Esse é um dos muitos pontos turísticos que Bali oferece, e de fato a vista lá de cima é linda.

Nunca imaginei que fosse efetivamente subir em um monte com um vulcão, e jamais imaginei que para subir e chegar lá fosse encontrar o-maior-trânsito-caótico! Porque raciocina comigo: ilha paradisíaca + vulcão + monte mais alto = alguns turistas vendo a bela vista. Certo? Erradíssimo!

Uma vez já fiz um post contando das maluquices do trânsito da ilha, mas lá em cima foi demais. Levamos muito tempo pra conseguir entrar no complexo (pagamos 45.000 rupias para 4 pessoas), muita confusão, não tem separação de pistas, muito menos definição de qual mão vai e qual volta. Junte a isso a chuva. Tivemos azar de bem nesse passeio, pegar chuva e termos uma vista um pouco nublada de toda a paisagem (que mesmo assim foi linda, imagina com sol!).

Quem fez o pagamento da entrada foi o próprio motorista, e se eu não soubesse que o povo é super honesto e bonzinho, teria ficado com certo receio. Explico: ele pediu o dinheiro, nós entregamos e ele entregou para um atendente que estava andando pelo meio dos veículos. É esse o controle deles, acredita? Não tem canaletas, nem guichês, nem nada. É ali, na raça. #temqueconfiar

A ideia do passeio era almoçar lá em cima, com a vista do lado, afinal não tem mais nada para fazer lá em cima.

São diversos restaurantes um ao lado do outro e todos muito simples. Enfim chegamos no nosso, que estava já marcado pela cia de turismo que contratamos lá. Segundo o motorista, era o melhor lá de cima.

Nós demoramos tanto pra chegar (eram quase 15h), a fome e a chuva era tanta, que nessas alturas, não tinha como sair procurar outro. Desanimei horrores quando entramos no local. Ai gente, sabe restaurantinho de beira de estrada? Tipo isso. A comida era uma gororoba que só vendo. Eu não sou muito de comer coisas exóticas e nem de sair experimentando novidades (muito menos em viagem, porque né, vai que não cai bem… ninguém quer isso durante as férias em outro país), então vi que tinha um yakissoba e foi minha escolha. Devia ter ficado para sobremesa de tão doce que estava. Muito diferente do que comemos aqui. Esqueço que lá eles quase não usam sal para temperar, e sim temperos típicos locais. Pelo menos deu pra comer, e de sobremesa tinham umas frutas.

E essas bolachinhas em formato de concha cor de sabonete? Suspeito.

E sabe o que foi pior, não era barato não. Senão me engano chegamos a pagar R$ 25 por pessoa. Se fosse por aqui seria aceitável, mas lá que é tudo barato, foi um valor bem alto.

Banheiro? Tem sim. Limpo? De jeito nenhum. Pelo menos tinha papel e água para lavar a mão depois, mas de qualquer forma não custa alertar que não é limpo, sei que tem gente que se incomoda bastante com isso.

A gororoba e a falta de limpeza ficam em 2º plano quando você vai até a varanda e vê tudo aquilo. Lindo demais.

Na minha opinião, vale a pena ir até lá em cima para ver a vista, mas não achei que valeu a pena almoçar por ali, até porque o movimento é maior. Quem sabe ir para o final de tarde seja mais interessante, e depois descer para jantar em Ubud que tem restaurantes bem mais interessantes.

Comentários

comments

2 Comments on Gunung Agung, o ponto mais alto da Indonésia

  1. Rafael
    7 de dezembro de 2012 at 10:57 (5 anos ago)

    Não fui conferir a vista. Como ficamos só 10 dias em Bali, preferimos não fazer muitos deslocamentos, exatamente por causa do trânsito. Mas pelas fotos parece valer a pena. Quando voltar lá, tomo o cuidado de não ir na hora do almoço… hehehe

    Responder
  2. Nós no Mundo
    7 de dezembro de 2012 at 11:26 (5 anos ago)

    Oi Anna!!

    Que pena que o passeio não foi muito legal…

    Eu fiz um trekking em Bali para subir o vulcão Mount Batur e gostei demais!! Saimos de madrugada e vimos o nascer do sol lá do alto. Foi perfeito!! Tinha alguns outros turistas lá, mas nada muvucado!!

    Recomendo demais!!

    Escrevemos um relato lá no blog, se depois vc quiser dar uma olhada…

    Bjs da sua xará, Anna Bárbara

    Responder

Leave a Reply