Macuco Safari: lado argentino vs lado brasileiro

Na penúltima vez que fui pra Foz do Iguaçú, fiz o passeio do Macuco Safari pelo lado Argentino. Alguns anos depois a Mari foi e fez o lado brasileiro. Como esse passeio é muito legal e meu namorado ainda não tinha feito, fui mais uma vez, e dessa vez eu fui pelo lado brasileiro, o que agora me torna apta para traçar as diferenças entre os dois e te ajudar a escolher em qual ir.

Não vou falar tudinho de como é o passeio em cada lado, pois como já linkei ali em cima, a gente já contou sobre os 2 passeios separada e detalhadamente. Aqui é apenas um comparativo rápido entre o macuco safari lado argentino e lado brasileiro, pra facilitar pra vocês.

ESTRUTURA

A maior diferença de todas! Quando fui, achei o lado argentino meio precário. Não que isso tenha impedido de me divertir no passeio, longe disso, mas não tinha meio que nada. Estrutura muito básica com um deck simples, nada muito novo. Para descer ao deck, escadaria simples, tipo de trilha assim.

Já quando cheguei no lado brasileiro, que diferença! Preparadíssimo, tudo bem cuidado, estrutura com loja, sorvetes, armários novos e em quantidade, banheiros limpos e muitos funcionários assessorando todo mundo.

macuco safari lado brasileiro

Para chegar ao bote, descemos em um tipo de elevador. Lá embaixo colocamos os coletes e somos divididos em vários botes, que são menores do que os do lado argentino. No lado argentino também colocamos coletes salva-vidas, claro.

Lado brasileiro: boa estrutura e muito preparados para os turistas

Lado argentino: estrutura simples, apenas o básico

PREÇO

O passeio do macuco safari não é, definitivamente, um passeio muito barato. Mas eu acho que é impossível alguém se arrepender de pagar para fazê-lo. Eu gosto tanto do passeio que sempre que for à Foz quero ir de novo. Em ambos os lados é preciso pagar pelo passeio + entrada do parque separadamente.

Lado brasileiro: R$ 215,40 + R$ 35 entrada do parque lado brasileiro

Lado argentino: R$ 173,00 + $ 330 pesos (+/-R$ 65) entrada do parque argentino, que só pode pagar em pesos.

O lado argentino é um pouco mais barato que o brasileiro, porém o lado do parque deles é muito maior, e a visitação leva o dia todo, então talvez não dê pra passear tudo pelo parque e precise voltar depois.

Aqui na cotação não coloquei o valor de traslado até as duas entradas. Claramente, o lado brasileiro fica um pouco mais perto de ir e vir, além de não precisar atravessar a imigração, então tem uma economia considerável de tempo indo pelo lado Brasil.

macuco safari lado brasileiro

SEUS PERTENCES

Pra mim, essa diferença é bem grande entre os 2 lados. Quando eu fui no lado argentino, a estrutura mais simples não contava com armários. O que eles fornecem é uma sacolona (que fedia) pra você por suas coisas. Eu achei que não ia adiantar nada e ia molhar tudo. Mas me enganei. Aquilo realmente protegeu e nossas coisas ficam o tempo todo conosco.

Isso foi bom e ruim. Bom porque neura de ter as coisas por perto, e ruim porque podia molhar ou sei lá, virar o barco e ainda perder tudo. Além de ficar cuidando das coisas enquanto estava embaixo da cachoeira.

Já no lado brasileiro, eles tem tudo mais organizado e tem diversos armários. É preciso pagar R$ 10, mas o armário é grandinho e cabem coisas de 2 pessoas tranquilamente. No nosso couberam os 2 pares de tênis e as 2 mochilas, que ok, não eram imensas, eram básicas. O passeio foi mais tranquilo porque não fiquei me preocupando se minhas coisas iam molhar, cair, rolar pelo barco.

Macuco SafariFoto da Mari com os armários do lado brasileiro de fundo

Lado brasileiro: as coisas ficam em armários de R$ 10 (para 2 pessoas).

Lado argentino: você leva suas coisas embaladas junto no barco.

CATARATAS

No Macuco Safari do lado brasileiro, vamos apenas nas cataratas chamadas 3 mosqueteiros. Ficamos ali um tempinho, vai, volta, sai, vai pra outra e volta pro deck. No caminho de volta, nosso “motorista” fez umas manobras bem loucas pra divertir e molhar ainda mais. Depois de fazer o rafting no Tibagi, isso foi molezinha pra gente, hehe.

macuco safari

Já no lado argentino, fomos também nessas cataratas e me lembro que também fomos em uma outra, mais pro lado argentino, bem maiores e que, claro, nessas não chegamos tão perto assim, pois já eram realmente mais perigosas e com mais volume de água. Como o trajeto do deck argentino para as quedas é muito infinitamente menor, e nossos pertences vão todos juntos no barco, não tem manobras radicais aqui.

Lado brasileiro: menos quedas d´água, mas com manobras divertidas.

Lado argentino: entramos em uma catarata a mais, mas o trajeto todo é bem mais curto e não tem muita margem pra manobras.

FOTOS

Hoje em dia mais gente tem GoPro. Quando fui a primeira vez no Macuco Safari, nem lembro se já existiam! Bem, o caso é que quando fiz o lado argentino eles não faziam fotos, apenas um vídeo que podia ser comprado depois.

Já desta vez, tinha um assistente no barco só fazendo fotos e alguns vídeos do pessoal no barco, e logo que subíamos do passeio já estava tudo disponível em telas grandes pra gente ver e comprar se quiser. Não sei dizer o valor, pois como levei a minha câmera, não queria aquelas.

Lado brasileiro: fotos e vídeos com GoPro, compradas a parte.

CLIQUE AQUI PARA VER O VÍDEO DO PASSEIO PELO LADO BRASILEIRO

Lado argentino: vídeo normal, comprado a parte.

macuco safari lado argentinoCom o pessoal do Blogtur Foz, no lado argentino

Independente de qual lado você escolha, o passeio em si é basicamente o mesmo, e vale demais a pena. Seja com os pertences com você ou no armário, com fotos ou não, a experiência é fantástica e vale o investimento. O Macuco Safari é, de longe, o passeio mais legal que eu já fiz na vida. Muito único!

barra

Comentários

comments

Leave a Reply