Os parques de Roma

Roma é conhecida por atrações como Fontana di Trevi, Coliseu, Pantheon e Vaticano… mas sabe que tem muitos parques lindos por lá também? E não são pequenos e pouco utilizados não, os romanos aproveitam bem os dias por ali, e além de muito verde, os parques de Roma proporcionam vistas incríveis da cidade e muita história.

A diferença é que eles nominam “villa” esses parques públicos, pois estes são grandes complexos históricos das famílias romanas mais clássicas. Eram antigos palácios/casas com jardins enormes, fontes e esculturas.

Villa Borghese

Essa é a maior villa que visitei, e também a mais conhecida por turistas. Para chegar nela, você pode subir pelas escadarias logo atrás da Piazza del Popolo e já de cara ter uma vista linda da cidade.

Este é o 3º maior parque de Roma e fica no quarteirão Pinciano. A área era da família Borghese (óbvio) em 1580 e as construções lá dentro passaram pelas mãos de diversos arquitetos famosos da época.

Logo após a subida pelas escadarias, já podemos avistar uma das belas casas da família, que hoje é sede de um restaurante/espaço de eventos. Por ali tem muito, muito verde e romanos fazendo suas caminhadas e relaxando em dias de sol. Achei o parque muito lindo e dá para passar o dia fácil ali!

Lá dentro ainda tem o Bioparco (tipo um zoológico) e a Galleria Nazionale d’Arte Moderna.

Villa Ada

Esse é o 2º maior parque da cidade, e fica um pouquinho pra fora do centro histórico. A villa é do século 17 e era sede do colégio irlandês como área agrícola até ser reestruturada como “jardim de passagem”. Em 1872 foi comprada pela família Savoia (família real), que também comprou mais alguns terrenos ao lado para aumentar ainda mais o jardim.

Como um dos filhos não gostava de viver no campo, mudaram-se para o Quirinale e a villa foi vendida a preço de banana para o conde Tellfner, que deu o nome da mulher à villa, Ada. A villa voltou a ser comprada pelos Savoias em 1946.

Nessa época aconteceu a II Guerra Mundial, e alguns abrigos foram construídos no parque para proteger a família.

Depois de tanta troca-troca de donos, a vila foi finalmente doada para abrigar a Embaixada e o Consulado Egípcio.

Villa Celimontana

Este parque data de 1500 mas só recebeu uma reforma paisagística em 1858, pelo arquiteto francês Pierre Charles L’Enfant. A villa fica pertinho da Basilica di Santa Maria in Domnica, um dos primeiros templos cristianos de Roma.

A área é da época Troiana e ainda restam alguns muros de proteção antigos visíveis do lado sul. Por ali há alguns resquícios arqueológicos (meio normal em Roma) e muitas obras que ficavam neste parque foram entregues ao Vaticano. Infelizmente algumas fontes de Bernini que estavam ali foram destruídas ao longo dos anos.

Villa Doria Pamphilj

Além de ser o maior parque da cidade, esta villa ainda é sede de representação do Governo Italiano. Também é a villa mais conservada da cidade, é claro.

O prédio mais antigo do parque é conhecido como Villa Vecchia (vila velha) e é de 1630 e em 1652 foi construído o complexo Villa Nuova, tudo pela família Pamphilj.

A villa foi palco, em 1849, da batalha da República Romana, quando os franceses ocuparam a Villa Corsini na periferia de Roma. Em 1856 a villa Pamphilj se uniu à villa Corsini e todo o complexo foi transformado em área agrícola.

O parque foi comprado pelo 1957 pelo Estado, junto com mais 168 hectares de terreno ao redor, transformando-o no que é hoje. Apesar disso, a capela funerária, obra de Odoardo Collamarini ainda é propriedade da família Doria-Pamphilj.

Villa Abamelek

Esta villa fica perto de Porta San Pancrazio, e é sede da residência dos embaixadores russos. Sua construção é da época de 600-700 quando o banqueiro Paolo Girolamo Torre ordenou a criação de um palácio entre Via Aurelia e Porta Cavalleggeri para morar. A casa é conhecida como Palazzina Belvedere, decorada com vários afrescos de Giuseppe Passeri.

A casa é lindíssima mas é uma área privada sem visitas guiadas. Visitas só se você precisar ir a Embaixada russa mesmo.

Villa Sciarra

A villa Sciarra fica pertinho do descolado bairro de Trastevere, e sim, o nome é de família também. Esta villa é uma das mais antigas da cidade, dizem que até antes dos próprios romanos, pois era sede de um santuário à ninfa Furrina (lendas…).

A partir de 1549 a área passou a ser comprada de proprietário a proprietário, uma bagunça infinita de donos e construções por toda a parte, até que em 1700 tornou-se casa dos Barberinis e foi só aí que a villa aumentou até ocupar a área do Gianicolo e de Monteverde entre os antigos muros Aurelianos.

A villa tem fontes lindas e muito cheias de história, mas algumas partes sofreram com vandalismo, infelizmente.

O que achei legal é que lá tem aqueles jardins de filme, com parede de grama e uma esculturas no meio. É o máximo isso!

Villa Torlonia

O parque é do século 17 e também é da família Pamphilj. O local foi comprado pela família Colonna em 1760 e continuou sendo uma sede de cultivo agrícola, para apenas em 1806 começarem a construir prédios neoclássicos.

A coisa mais bizarra é que depois de anos de gente cultivando e construindo ali, só em 1919 é que descobriram um cemitério hebraico embaixo do terreno. Detalhes de Roma, hehe. Pra fechar um pouco da história do Torlonia, nos anos 20, o dono Giovanni Torlonia Jr., oferece a casa principal como residência de Mussolini. Na verdade ele não cedeu, ele alugou o prédio com um valor anual simbólico de 1 lira. Mussolini e Giovanni construíram refúgios de bombardeamento nas tumbas hebraicas do 3º e 4º século que estavam embaixo da Villa.

O parque foi comprado pela Comune di Roma apenas em 1978, para então virar parque público.

A cidade tem muitos outros parques e vilas menores, estes são os mais centrais para visitar. Neste site é possível encontrar todos eles e ainda ver se existem visitas guiadas programadas e passeios diferentes dentro dos palácios.

Mais sobre Roma:

Quanto custa viajar para Roma

Como ir do aeroporto ao centro de Roma

A parte Norte de Roma

Eur: a parte sul de Roma

As praças de Roma

Coliseu

Ruínas romanas

B&B em Roma

As outras igrejas de Roma: San Paolo e San Giovanni

Pantheon

Quartiere Coppedè

O que você precisa saber sobre a Fontana di Trevi

Capela Sistina

Comentários

comments

1 Comment on Os parques de Roma

  1. Name*
    11 de novembro de 2014 at 16:23 (4 anos ago)

    SPAZIO CASA

    MÓVEIS PLANEJADOS
    LOUCURA ! MÓVEIS PLANEJADOS COM 40% DE DESCONTO !

    SOMENTE ATE SÁBADO DIA 15.11.14

    DORMITÓRIOS – SALAS – COZINHAS – HOMES – BANHEIROS – ÁREAS DE SERVIÇO – ESCRITÓRIOS

    ” Preço Justo, Qualidade, Requinte e Sofisticação Esse é o Nosso Lema ”

    Casa Completa ou Escritório Com a Primeira Parcela Para 2015 !

    Faça-nos Uma Visita e Traga-nos o Seu Projeto !

    Antes de Fechar Qualquer Negócio Consulte-nos

    A Melhor Negociação !

    Atendemos Também Engenheiros, Arquitetos e Decoradores
    Projetos Sob Medida

    Atenciosamente;
    Equipe Spazio Casa Móveis e Conceito
    Rodrigo Dep.Vendas

    (11) 4304-2022 | 4304 – 2023

    Rua Aurélia, 2160 – Vila Romana
    São Paulo

    Visite Nossa Página ! A Melhor Negociação !
    http://www.spaziocasa.com.br

    Responder

Leave a Reply