Pierogi na Polônia

Se você gosta de comer bem, de ser bem tratado e de gastar pouco, vá para a Polônia.

Para começar, a moeda deles, o Zlóti, é desvalorizada em relação ao Real e, mais ainda, em relação ao Euro. Então na Polônia você é rico gastando pouco.

Minha primeira refeição no país foi o Pierogi, lógico. Como de praxe, todo viajante deve provar a comida típica do local que visita. Como eu sou vegetariana, tenho algumas limitações, então quando a comida típica de um país tem opção sem carne, eu tenho mais é que aproveitar. E foi assim na Cracóvia.

Na praça principal do centro histórico, conhecida como Stare Miasto, existem milhões de restaurantes, com as mesas colocadas ao redor da praça e todo aquele clima festivo e pessoas passando o tempo todo. E é ali que se localizam os maiores, melhores e mais cobiçados restaurantes da cidade.

Escolhi um deles ao acaso, sentei na praça e pedi o cardápio, já pensando que teria que desembolsar milhões. Se na Suíça você gasta o equivalente a R$120 por pessoa para comer fondue em um restaurante mais ou menos, se prepare, porque na Polônia você gasta o equivalente a R$30 para comer pierogi em um restaurante TOP!!

Quando vi os preços até cheguei a pensar que eu tinha escolhido mal e que aquele devia ser o pior dos restaurantes da pracinha, mas não! Era uma delícia.

DSCN2163

Todas as minhas outras refeições foram feitas na mesma praça, cada vez em um restaurante diferente e até encontrei uns mais baratos que esse primeiro. E não tenho nada a reclamar de nenhum deles. Eu garanto que é possível entrar em qualquer um deles, comer bem, gastar pouco e sair feliz, porque, além de tudo, o atendimento é ótimo.

Ainda, nos dias que eu estive lá estava rolando o festival do pierogi e, bom, se você quiser comer quase de graça mesmo, é lá que você tem que ir. As barraquinhas são cheias de opções, dos tradicionais aos doces e o preço é tão, mas tão barato, que uma bandejinha com 6 unidades, no melhor estilo Pierogi do Tadeu, custa uns R$2 e também é uma delícia. Sim, sim, comer foi uma das coisas que eu mais fiz na Polônia.

O Festival do Pierogi acontece anualmente no segundo final de semana de agosto.

Comentários

comments

2 Comments on Pierogi na Polônia

  1. Juliana Ribeiro
    11 de janeiro de 2012 at 11:53 (6 anos ago)

    Olá,

    Você acha que no final de março também é possível fazer uma viagem legal a Polônia, por conta do clima?

    Tks…

    Responder
    • Mariana
      Mariana
      11 de janeiro de 2012 at 12:21 (6 anos ago)

      Oi Juliana
      Eu estive na Polônia no verão, então não sei muito como as coisas funcionam por lá no inverno. Eu li sobre o clima de lá em várias fontes e falaram que às vezes em março ainda tem neve, mas como você pretende ir no final de março, acho que neve não tem mais, só o frio mesmo.
      Mas é tudo tão relativo, né. Depende do interesse de cada um e também do tipo de clima que você está acostumada. Acho que pra quem é do sul, ok ir em março, mas quem é do nordeste vai sofrer mais.
      De qualquer forma, acho que vale mais a pena ir a partir de maio, pra aproveitar melhor.
      São tantas opções, né. Mas se a única oportunidade que você tem de viajar é no final de março, eu diria pra você ir do mesmo jeito porque sempre vale a pena.
      Eu fiz poucos posts da Polônia aqui no blog, mas é um dos países que eu mais gostei de visitar. Ainda tenho que escrever sobre tantos assuntos. Lá é TÃO legal!
      Se você precisar de algumas dicas e tudo mais, dá um grito que a gente te ajuda, porque aqui ainda tem pouca info

      Responder

Leave a Reply