Sr. do Bonfim

Igreja cláááááássica brasileira, não posso não comentar sobre ela aqui. Mas posso falar? Eu jurava que ela ficava no Pelourinho, ali no meio da muvuca, bem point mesmo. Cheguei lá e descobri que era uma farsa. A igreja do Sr. do Bonfim fica separada, bem longe do centrão, na Sagrada Colina.

Não se assuste, dá pra ir de táxi sem gastar uma fortuna. Nós fechamos o trecho pelô-bomfin por R$ 15, ou seja, deu R$ 3 para cada um (fizemos lotação no táxi sim). Nesse quesito os taxistas da Bahia são muito camaradas, eles fecham por trechos, o que sempre fica mais barato. É só negociar, porque acho que só teve um que não quis fazer esse negócio com a gente.

Chegando lá em cima, só tem a Igreja mesmo e umas lojinhas próximas para deixar os turistas felizes.

O interior dela é pequeno, mas muito bonito, com muitas esculturas e arabescos de ouro e muita ostentação. É considerada o maior centro de fé católica pelos baianos e muitas imagens vieram diretamente de Portugal em 1745. Mó tempão.

Além de ser bonita no melhor estilo neoclássico, convenhamos que todo mundo lembra dela pelas fitinhas dos pedidos. No centro de Salvador tem milhões de pessoas vendendo isso a até R$ 2,00 cada uma! Um absurdo, porque lá em cima ao lado da Igreja, você compra por R$ 0,30 o cento. Uma coisa para estocar mesmo. A gente trouxe um container disso só pra poder presentear todos os amiguinhos, além de colocar uma com nossos pedidos no portão da Igreja, é claro.

Comentários

comments

Leave a Reply