Wieliczka – Mina de Sal

É assim que começa o passeio pela mais antiga mina de sal de Europa, localizada na cidade de Wieliczka, na Polônia. Não entendeu a imagem? Olha de novo! É uma escada. Com o final a perder de vista.

Trata-se, praticamente, uma cidade embaixo de outra cidade. A 327m de profundidade, possui mais de 300 km (!) de galerias subterrâneas (não se preocupe, pois o passeio turístico percorre apenas 3km do total) e faz parte da lista de patrimônio da humanidade da Unesco.

Passado o susto da escada infinita, o passeio segue por cerca de 2h e meia dentro da mina. Confesso que fiquei um pouco apreensiva no começo, imaginando que passaria por locais apertados e pequenos, mas não. É tudo muito amplo, espaçoso, bonito e bem preparado para a grande quantidade de turistas que a mina recebe diariamente.

A Anna já contou pra nós sobre a Catedral de Sal na Colômbia e o passeio na Wieliczka é a mesma coisa. Galerias, esculturas, catedral, capelas, histórias, lendas, lagos, espelhos d’água…

Wieliczka Mina de SalWieliczka Mina de Sal

Um médico local notou que os mineiros não apresentavam problemas respiratórios e depois de fazer alguns estudos descobriu que respirar o ar das minas faz bem. Atualmente existe um hotel dentro da mina, onde pessoas com diversos problemas respiratórios se hospedam ou passam o dia. Realmente é muito bom respirar lá embaixo. Quando se pensa em estar a 327m de profundidade, a primeira coisa que se imagina é sufocar, sentir calor ou algo do tipo, mas o ar é muito bom e a temperatura é praticamente constante, algo em torno de 15°C.

Infelizmente eu fiquei sabendo desse hotel somente quando já estava lá. Uma pena, se não teria passado uma noite lá. Além de fazer bem pra saúde, achei o preço bastante acessível. Coisas que a gente perde por falta de pesquisas mais avançadas antes de viajar…

A maior atração turística da mina é a catedral, dedicada a santa protetora dos mineiros. Aliás, religiosidade se vê ao longo de toda a mina. Nessa catedral, assim como em todo o percurso e nas demais capelas, as paredes são de sal, as esculturas são de sal, os quadros são de sal, o chão é de sal e até o lustre é de… sal!

Wieliczka Mina de Sal

Não só nas imagens, mas lá também, tudo parece ser cinza, mas na verdade é branco. Também tinha achado estranho e fiquei pensando “mas sal é branco!”, até o guia contar para nós que a aparência cinza é devido a falta de iluminação. Se você colocar a lanterna bem encostada dá pra ver tudo branquinho. Ele também falou que quem quisesse poderia lamber para verificar se era salgado mesmo. Eu posso garantir que é. Sim, eu lambi. E sobrevivi. Não precisa fazer essa cara feia. Criei anti-corpos poloneses.

Wieliczka Mina de Sal

Os passeios para a mina saem da Cracóvia e a agência que eu escolhi foi a Cracow City Tours. O guia que nos levou era um dos mais divertidos e os preços são bem bacanas. Em passagem pela Polônia, não deixem de visitar a mina.

Wieliczka Mina de Sal

Comentários

comments

Leave a Reply