Tag de mala: nova coleção Ilustradores

Vocês sabem que sou ligada no 220v e não consigo ficar muito tempo sem colocar um lançamento na nossa loja né? Então gente, começo do ano entrou bastante coisinha fofa como as tags de Mickey e as do Brasil também novas, e agora lançamos uma pocket coleção de tag de mala, com 4 novas estampas desenvolvidas por 4 grandes ilustradores aqui de Curitiba.

O tema geral era Brasil, e cada um interpretou da sua maneira, bem livre, todas bem diferentes. Vem ver?

Essa é a tag FÉRIAS, desenvolvida pelo Gilson Nunes. Ele escolheu representar um ponto super conhecido mundialmente e mais ainda pelos paranaenses: as Cataratas do Iguaçú.

identificador de bagagem

Essa aqui é a tag BRASIL BOTÂNICO, de Samuel Castro. Ele tem um estilo de ilustração mais rústico, mais natural e por isso escolheu juntar plantas icônicas brasileiras na sua tag.

identificador de bagagem

Essa super coloridinha é a tag POESIA, criada por Vítor Villarinho, que trouxe todas as muitas cores e culturas do Brasil, tudo misturado em um único lugar. Uma tag colorida e divertida!

identificador de bagagem

E essa é a tag MAPA DO BRASIL, da Raquel Maciel, e como o próprio nome já diz, traz o mapa do nosso país juntando tudo de mais icônico de cada região.

identificador de bagagem

Todas as tags já estão à venda na nossa loja, e você pode encontrá-las já na nossa home, super fácil, não tem como errar! E tem mini tag e combo tag + mini também, de todos os modelos. Vem amar o Brasil junto com a gente? =D

O novo Ibis Budget Aeroporto Curitiba

Curitiba definitivamente tem muitas opções de hospedagem, e esse setor só tem crescido por aqui graças cada vez mais. Apesar de ser uma cidade lindimais e que a gente ama e cheia de atrativos únicos, nossa cidade é um grande foco para empresas, eventos e negócios em geral.

Diariamente recebemos muitos empresários, muita gente em trânsito e que precisa de opções fáceis, econômicas muitas vezes e próximas ao aeroporto. Pra quem vem com frequência, já deve ter percebido que tem aumentado o número de hotéis nesse lado da cidade, tudo para facilitar a vida do viajante.

No começo do mês fomos convidadas pra conhecer o novo Ibis budget Aeroporto Curitiba, que fica 5 minutinhos dali, muito fácil pra chegar e sair, para uma pernoite entre uma conexão e outra, ou até mesmo os curitibanos que vão pegar voos super cedo e não querem madrugar! (pra quem não sabe, o aeroporto de Curitiba na verdade fica na cidade vizinha, São José dos Pinhais, e de alguns pontos da cidade é beeem longe).

ibis curitibaFoto Divulgação

O hotel está novinho, todo lindo, com uma área de café da manhã/refeições super colorida, um estacionamento enorme e uma novidade que eu achei absolutamente fantástica: agora tem banheiro devidamente separado!!

Eu já fiquei em alguns Ibis por aí, e o principal motivo é sempre preço e localização. Eles são geralmente muito bem localizados e o preço acaba sendo imbatível. Porém o que sempre me irrita é o banheiro aberto. Sabe, aquele que tem a “casinha” pra patente, a pia pro lado do quarto e só um box, que também dá no quarto.

Se você está sozinho no quarto, é chato mas ok. O vapor não atrapalha ninguém, as coisas de banheiro dá pra deixar na cama mesmo e pra trocar de roupa é de boa. Mas se você quer dividir o quarto, já não dá! Alguém tem que sair do recinto, caso seja um amigo!

Pois é, mas agora todos os novos vem com banheiro se-pa-ra-do, parede normal, balcão maior, espelho e iluminação melhores! Eu fiquei muito feliz com essa novidade, e esse Ibis Aeroporto já tem essa belezinha de banheiro. Iei!

Na visita pudemos experimentar algumas coisas servidas no café da manhã. Frutas, pães, frios, bolinho super macio, chocolate quente. Tudo bem fresquinho. Eles mudam alguns itens do café conforme época do ano. Quando fomos tinha mexerica, mas essa não é uma fruta que tem o ano todo por lá.

ibis budget aeroporto curitiba

Já almoço e jantar eles não oferecem, apenas opções de lanches para comprar e esquentar na hora. A boa notícia é que poucas quadras desse Ibis, tem outro Ibis (tô falando que tem muito hotel nessa região) que tem refeições e os hóspedes do ibis Aeroporto tem 10% de desconto lá. É uma boa opção eu acho, pois por ali não tem opções de restaurante próximos e que dê pra ir a pé, por exemplo.

ibis budget aeroporto curitiba

Outra coisa que adoramos, é que na recepção tem exatamente o mesmo painel de voos que tem no aeroporto! Maravilhoso pra conferir se seu voo está atrasado, se precisa agilizar, etc. Esse painel é atualizado pela Infraero, então pode ficar tranquilo que é 100% certo. Assim, se o seu voo for cancelado ou estiver atrasado, você pode continuar no hotel né? Melhor que chá de aeroporto.

ibis curitiba

O Ibis Budget Aeroporto Curitiba tem 3 opções de quarto: duplo em cama de casal, duplo com cama de solteiro e o triplo com uma cama de casal e uma beliche solteiro. Além disso, eles tem quartos especiais para cadeirantes.

Opção excelente pra quem está de passagem ou pra quem precisa ficar ali próximo do aeroporto para um voo ultra cedo! Você pode reservar o seu aqui e ainda dar uma força pro blog, que tal? =D

5 passeios no Paraná que são imperdíveis

Nessas últimas férias eu aproveitei a pouca verba que tinha pra fazer uma viagenzinha diferente. Bom, vocês sabem porque já postei diversas vezes aqui sobre, mas caso você esteja chegando no blog agora, te conto que fiz uma viagem percorrendo nosso Estado do Paraná. Claro que não deu pra conhecer tudo tudiiiinho assim, mas deu pra conhecer muita coisa legal que ainda não conhecia.

E olha, tem bastante coisa legal no Paraná, viu? Elenquei os passeios no Paraná que achei maaaais super legais e indispensáveis se você é daqui ou se você vem com frequência e está buscando coisas novas pra conhecer, pra variar de só ir pro litoral.

RAFTING NO RIO TIBAGI

Eu tava com medinho, confesso. Mas como meu namorado já tinha ido e sobrevivido, resolvi ir logo. A-DO-REI! Muito legal, muito gostoso, se for no verão é melhor ainda, pra refrescar na água.

É bem seguro e uma sensação muito única. Recomendo demais, pra qualquer idade. Só precisa não ter medo de água, porque amigo… vai molhar muitão mesmo!

rafting em tibagi

Ah, vá com roupas leves, tênis ou descalço. Se for fazer aquele bate-volta de Curitiba, lembre de levar uma roupa pra trocar.

Aqui tem mais informações e detalhes.

PARQUE HISTÓRICO DE CARAMBEÍ

Vocês aguentam a gente falando desse lugar de novo? Mas é que cara… é totalmente demais!! A gente já falou dele aqui, aqui e aqui também. Motivos não faltam pra visitar, e como é um passeio tranquilo, dá pra passar uma tarde e voltar pra Curitiba (ou pra sua cidade, caso more na região, he).

Morar nos arredores de Carambeí, exige uma visita ao parque! É um banho de cultura, e dá gosto visitar um museu tão lindo. Você não vai se arrepender.

parque histórico de carambeí

MACUCO SAFARI – FOZ DO IGUAÇÚ

Taí um passeio que eu estava morrendo de medo de fazer. Mas pensa num medo meeeesmo. Eu tava com ele. Mas dai fui obrigada a superar e foi uma das coisas mais legais que fiz em toda a vida!

macuco safariSim, peguei a foto mais “molhada” pra ilustrar o banho!

Visitar as Cataratas já é demais, mas entrar nelas, se molhar… ahhh é indescritível! Vale cada segundo de medo, cada real investido, cada gota de água na sua cara. É uma sensação que só o macuco safari faz por você, e depois de ir uma vez, vai querer ir de novo e de novo e de novo…

Aqui tem mais informações e detalhes.

CASTROLANDA

Falei aqui que esse lugar me surpreendeu completamente. Apesar de Castro ser um pouquinho mais afastada de Curitiba, dá pra fazer o bate-volta também.

Assim como Carambeí, o lugar é super bem cuidado, bem curado e outro banho de cultura com essa pequena colônia de holandeses. É um passeio baratinho (R$ 12 para visitar o moinho e o museu) e depois passear pela colônia é bem gostoso, tudo limpo, perfeito e seguro.

castrolanda

Tem onde comer lá também, mas se quiser, pode ir pra Castro – a uns 10min. de carro – e ainda passear e comer ali.

Aqui tem mais informações e detalhes.

CONHECER PELO MENOS 2 CACHOEIRAS EM PRUDENTÓPOLIS

Você pode não ser muito aventureiro e não ser o maior fã da natureza, mas Prudentópolis vai com certeza, te conquistar. Digo isso porque eu sou essa pessoa que não é A maior fã de passeios naturais e amei demais.

O ideal MESMO, seria ficar pelo menos 4 dias inteiros em Prudentópolis, pra poder ver todas as cachoeiras gigantes da região, mas você também pode fazer a visita em doses homeopáticas, ir se acostumando e subindo o nível das trilhas e claro, aproveitando os finais de semana.

cachoeiras prudentópolisDa esquerda pra direita: Mlot, São Francisco e Salto Sete

A cidade fica a mais ou menos 3h de Curitiba, então dá pra ir cedinho (cedinho mesmo, tá? pra aproveitar o dia), conhecer 2 cachus e voltar. Fica difícil conhecer mais de 2 em 1 dia porque elas ficam bem afastadas uma da outra, e algumas tem trilhas mais longas e tal. Então pra 1 dia, recomendaria no máximo 2.

Como eu sei que você vai gostar, aí já reserva o próximo findi pra mais 2… ou vai logo pra mais dias e conhece tudo!!

Aqui tem mais informações sobre as cachoeiras, trilhas e extras sobre a cidade.

Expedição Fotográfica com o Zé Paiva: o que eu aprendi

Mês passado tive a oportunidade de participar da Expedição Floripa, que reuniu 8 blogs de viagem na capital catarinense para explorar a cidade na companhia do talentoso fotógrafo Zé Paiva.

Durante 4 dias aprendemos muito sobre de fotografia e fizemos diversos passeios em Florianópolis com o objetivo de aprimorar as técnicas e treinar. Para mim, foi tudo muito novo. Adoro fotografia, mas confesso que sempre achei que era algo somente para quem tem talento, para quem tem o dom. Estar na companhia do Zé Paiva e de tantos outros blogueiros talentosos, foi inspirador e me fez aprender muito. Hoje quero compartilhar aqui o que eu aprendi na expedição.

Fotografia de longa exposição

Lembro até hoje da primeira vez que vi uma fotografia de longa exposição. “Isso é photoshop”, pensei. Depois que descobri que não era photoshop, pensei que era algo “só pra quem sabe fazer” e nunca nem tentei. Nosso primeiro exercício na Expedição Floripa foi justamente uma fotografia de longa exposição do pôr do sol na Lagoa da Conceição. Perdi o pôr do sol porque demorei, literalmente, 48 fotos até conseguir regular a câmera, mas consegui um registro.

Expedição Fotográfica Floripa Zé Paiva Lagoa da Conceição

Nada mal para a 49º tentativa, né?! :P

É possível fazer boas fotos até mesmo em dias nublados

No segundo dia da expedição, o dia amanheceu nublado, mas antes que desanimássemos, o Zé Paiva já nos deu algumas dicas para fotografar em dias assim. No final, achei que aquela brancura toda deu um ar melancólico e deixou as fotos muito bonitas. Particularmente, adoro fotos assim.

expedição floripa zé paiva

Light Painting

Durante a expedição fotográfica, também tivemos a oportunidade de aprender a fazer light painting, que também é uma técnica de longa exposição. Infelizmente, eu estava sem o tripé e como é impossível fazer esse tipo de fotografia sem o tripé, não tenho o meu registro, mas em breve vou treinar essa técnica em algum lugar aqui em Curitiba.

A fotografia abaixo é do Zé Paiva.


(
Fotografia: Zé Paiva)

É possível fazer uma boa foto com o celular

Quando já estávamos no final da trilha do terceiro dia da nossa expedição resolvi guardar a câmera na bolsa, pois logo já iríamos almoçar. Um pouco antes de chegar ao restaurante, me deparei com uma parede que achei linda, mas estava cansada e com preguiça de pegar a câmera de novo, então fotografei com o celular.

20170409_140136-3

Por incrível que pareça, essa foi a minha foto favorita de toda a expedição. Sim, uma foto com o celular. Tudo bem que com o celular a gente acaba perdendo na qualidade e não tem como aplicar várias técnicas, mas o fato de não ter uma super câmera não impede de fazer boas fotos. Fotografia é sentimento também.

Persistência

No último dia da expedição, fizemos um passeio no centro histórico de Florianópolis, onde, inevitavelmente, encontraríamos pessoas circulando. O Zé Paiva nos deu diversas dicas de como inserir essas pessoas na fotografia. Depois das dicas, eu decidi que queria uma foto com um fundo legal e uma pessoa caminhando na frente. Quando achei o fundo, fiquei esperando as pessoas. Quando percebia que elas estavam vindo, posicionava a câmera, olhava no visor e PLIM, elas desapareciam. Quando eu tirava o olho do visor, notava que elas estavam dando a volta por trás de mim, para não “atrapalhar” a minha foto. Tentei diversas vezes, até que o grupo seguiu caminhando. Na mesma hora, vi um homem passando e voltei correndo para tentar registrar. Não deu para enquadrar como eu queria, acabei cortando as pernas dele e a porta, mas mesmo dando tudo errado, eu gostei da foto porque essa foto significa persistência.

expedição floripa zé paiva fotografia

Como ser um bom profissional

Por último, e não menos importante, uma das principais lições que eu aprendi com essa experiência foi que ser um bom profissional vai muito além de conhecer as técnicas e de ter talento. Um bom profissional divide o seu conhecimento sem soberba. O Zé Paiva é uma pessoa maravilhosa e faz isso com maestria, o que torna o seu trabalho muito mais admirável.


(Fotografia: Zé Paiva)

Essa foto foi tirada pelo Zé em uma das trilhas que fizemos. Semana que vem sai o post contanto mais sobre as trilhas e sobre os lugares novos que descobrimos em Florianópolis.

A próxima Expedição Floripa já tem data marcada

Ficou interessado na expedição? A próxima expedição já tem data marcada e vai ser no feriado de 15 a 18/11. Mais informações AQUI.

A Cris participou da expedição com a gente e está produzindo uma série de vídeos, então quem quiser assistir é só acompanhar no canal Cris Pelo Mundo.

BLOGS PARTICIPANTES DA EXPEDIÇÃO
 
Coisos on the go * Com os Pés no Mundo Cris pelo Mundo * Finestrino * Idas e Vindas da Carol * O Baú do Viajante * Tô Pensando em Viajar * Viagem em Detalhes 
PATROCINIO

Conheça nossa coleção exclusiva de produtos Tour Curitidoce

Como contei esses dias aqui, esse ano expandimos nossos produtos para coleções exclusivas de alguns pontos. Depois de fazer uma linha super fofinha pro Parque de Carambeí, recebemos o convite para criar algumas coisas para o tour Curitidoce, o tour mais doce da cidade. Se você ainda não conhece esse tour, falamos dele aqui e aqui já.

Quem organiza é a jornalista, assessora de imprensa e blogueira Ledinara Batista, uma fanática por doces. O tour é super sucesso, atende gente de Curitiba e visitantes do Brasil todo. Ele é super temático, doce, uma delícia de fazer. Bem diferente e sai do roteiro básico de museu + parque.

produtos curitidoce

Nessa coleção desenvolvemos 3 estampas de tags, 1 estampa para mini tags, várias opções de chaveiros e ímãs que são a cara desse passeio.

curitidoce

ímã curitidoceOs produtos tem venda exclusiva durante o tour ou, caso você não possa fazer o tour, pode falar diretamente com a Ledinara para comprá-los. =D

produtos curitidoce

1 2 3 306