Catedral de Sal na Colômbia

Assim que chegamos na Colômbia, fomos pra cidade vizinha de Zipaquirá, cerca de 1h de carro da capital. Por sorte a família que nos recebeu no couchsurfing foi super querida e nos levou até lá de carro (eeee).

Chegando lá no “complexo” da Catedral de Sal você tem várias opções de bilhetes. Você pode comprar só para a catedral, ou catedral + visita a um museu, ou catedral + museu + muro de escalada, e assim por diante. Tem 5 opções. Nós compramos só a Catedral mesmo, e já achei meio caro, R$ 20 + R$ 3 para pegar um trenzinho para descer e fazer city tour pela cidade.

Quando entramos na mina, tem um guia do lugar mesmo, e ele explica tudo muito detalhadinho e segue com a gente até o final. Ok é em espanhol e o espanhol colombiano é meio difícil de entender, mas dá pra pegar as informações essenciais.

O que achei mais chocante é que o espaço que visitamos é gigante, e mesmo assim é 0,8% do tamanho total dessa mina! Eles extraem sal para indústria e ão para consumo. É uma das maiores do mundo.

Durante o passeio tem várias galerias onde o guia mostra como são feitos os buracos e etc. Antes de chegar na catedral propriamente dita, tem os caminhos da história de Cristo, só que bem representativo. Não fotografei por 3 motivos: 1 que é super escuro e as fotos ficam meio feias; 2. que o guia pediu pra fotografar depois da explicação e 3 (e mais importante). como a mina tem vários minerais e coisas radioativas (tá, exagerei), a carga das baterias de eletrônicos acaba super rápido, a mina “puxa” toda a carga. Fiquei com medo de passar o dia sem bateria, e ficaria bem mais triste.

Só fotografei a Catedral de Sal propriamente dita, olha que bonita com as luzes e tal:

A cruz é vazada na parede, mas nem parece, só dá pra ver de perto mesmo. Ah, antes tinha uma outra Catedral, só que começou a ruir e ficou perigoso. Então eles fecharam a antiga e abriram essa nova, que tem só uns 6 anos (não lembro a data exata, mas é bem novinha).

Lá tem aquelas pessoas que ficam tirando fotos profissionais suas e da sua família nos pontos turísticos e depois vendem por R$ 10 sabe? Um clássico de ponto turístico. Meio chato porque as mulherzinhas ficam gritando no meio da visita.

Depois da Catedral de Sal, a gente chega num espelho d´água LINDO. Achei super legal e uma galera demorou pra entender o espelho:

Conseguiu entender? A imagem é duplicada, porque tem uma água ali que reflete toda a mina. Achei muito bonito.

Como todo ponto turístico, tem lojinhas lá. Na real é toda uma feirinha, com jóias, esmeraldas, souvenirs e umas comidas. Passamos em uma banquinha que tinha um pirulitão de chocolate lindo. Chocólatra como sou, comprei (R$ 2). Nunca comi um chocolate tão ruim na vida. Juro! Muito ruim, gosto de sabão, super eca! Não aguentei comer nem metade (tristeza). Não caia no conto da beleza do chocolate tá gente?

MAIS SOBRE A COLÔMBIA:

- 10 motivos para ir a Colômbia

- Compras na Colômbia

- Bebidas colombianas

- Uchuvas, uma fruta que você vai querer experimentar na Colômbia

- Andrés Carne de Res, o restaurante mais bacana do mundo!

- Hostel Marlin Cartagena

Castello de San Felipe de Barajas

Usaquén

La Candelaria em Bogotá

Onde comer em Bogotá

- Museu do Ouro em Bogotá

Zona Rosa – Bogotá

Onde comer em Cartagena

- Onde comer em Cartagena: Mila Vargas

Cerro Monserrate, para ter uma vista incrível de Bogotá

Centro Histórico de Cartagena

- Orquestra de Cartagena

- Portas de Cartagena

- Playa Blanca

- Catedral de Sal

Comentários

comments

2 Comments on Catedral de Sal na Colômbia

  1. Malu
    5 de julho de 2011 at 11:10 (7 anos ago)

    Só para enfatizar o fato de o chocolate ser o pior que eu já comi na vida. hahaha

    Responder

1Pingbacks & Trackbacks on Catedral de Sal na Colômbia

Leave a Reply