O Centro Histórico de Manaus

Eu comentei nesse post aqui que me surpreendi muito com Manaus, lembram? A cidade é enorme, cheia de coisas e repleta de história. E com história quero dizer: muitos palácios e prédios antigos pra visitar. Hoje falo do centro histórico de Manaus e dá pra visitar tudo em um dia, mas se você puder separar em 1 dia + 1 manhã, seria ideal, pois assim dá pra fazer as coisas com mais calma.

Eu comecei meu passeio indo do Tropical até bem o centrão, na Igreja Matriz. Ela é linda, na frente tem uma praça enorme mas está um pouco abandonada. Mesmo com a sujeira e o desleixo das autoridades com ela, dá pra ver os lindos desenhos em azulejos, a fonte e a imponência da igreja em si.

centro histórico manaus

Ali nos arredores você verá vários prédios históricos que rendem ótimas fotos e o relógio municipal do lado direito da igreja de quem olha de frente. Um pouco mais a frente fica a alfândega. É por ali que você passa para ir aos passeios de barco.

Bem próximo dali fica o Mercado Adolfo Lisboa, que foi recentemente (2013) reformado. Recebeu nova pintura e está todo gracinha. No local tem lojinhas de comida e de artesanato, boa parada pra comprar aquele souvenir já, hehe. Pra quem entra pelo lado do rio Negro, encontra uma fachada mais interessante, toda com arcos de ferro. É realmente muito bonito, parece europeu. O mercado não é muito grande, não precisa se desesperar achando que vai passar o dia inteiro andando por lá.

centro historico de manaus

Saindo do Mercado, você pode passar pelo Palacete Provincial antes de chegar ao teatro. O prédio fica em uma praça muito gracinha (Praça da Polícia), e abriga alguns museus interessantíssimos! Lá você pode ver obras locais e também um museu muito completo de moedas. Uma coleção gigantesca e curiosa. O bacana é que sempre tem um guia pra explicar o que você está vendo, e a visita é gratuita.

centro histórico de manaus

De lá, é seguir direto pra estrela de Manaus: o teatro. Gen-te, e que teatro! Lindo por fora, lindo por dentro e cheio de história. Para visitá-lo é preciso pegar o tour guiado, que custa R$ 20 e dura cerca de 1h. É realmente válido fazer, eles explicam tudo, contam curiosidades do local e de personalidades da história.

centro histórico de manaus

Ainda acontecem peças no teatro, e você pode aproveitar para assistir algo lá. Os bilhetes começam em R$ 5! Claro que isso é sem o tour explicativo, etc e tal.

Em frente ao museu fica uma praça, na verdade o Largo de São Sebastião. O lugar é uma delícia, perfeito para tomar uma cerveja no fim da tarde ou descansar um pouco os pézinhos. Ali ficam também a Igreja de São Sebastião e o Palácio da Justiça, o qual não pudemos entrar. Ah, é ali que fica o Monumento de Abertura dos Portos, em mármore. Ele foi erguido em homenagem à abertura dos portos do Brasil para o comércio com outros países além de Portugal. No topo tem um figura feminina, que representa a Amazônia, sendo cortejada por Hermes, deus grego do comércio. Embaixo, quatro caravanas apontam em direções opostas, levando cada uma o nome de um continente.

Pra completar, o chão da praça tem desenhos tipo de onda, remetendo ao Encontro das Águas. Tudo muito, muito lindo por ali.

Um pouco mais afastado, mas não tão afastado assim, fica o Palácio Rio Negro. Dá pra fazer a pé, não é uma caminhada muito extensa não. O prédio é um desbunde total, ostentação mesmo. Eu não tenho certeza se é possível entrar lá, quando fomos estava fechado, mas não sei se algum dia da semana é permitida a entrada. De qualquer forma só a visita por fora valeu. É possível entrar no complexo e jardins, e buscar o melhor ângulo para apreciar o prédio.

centro histórico de manaus

Se você ainda estiver afim de andar e não tiver derretido com o calor ainda, pode ir pro oooutro lado e visitar o Paço da Liberdade e o Palácio Rio Branco, que ficam muito próximos da primeira casa da cidade, em uma rua tranquila e afastada da muvuca do centrão.

No Paço dá pra entrar, mas não tem nada muito demais assim. Prédio histórico e tal. Logo na diagonal dele, fica o Palácio Rio branco, que abriga algumas exposições, pode visitar, tem guia e é gratuito também. Lá dentro tem um pequeno mirante e dá pra ver boa parte da cidade.

centro histórico de manausQuem foi minha guia nesse dia foi a Fabi, do Mochilão das Amigas.

Em um dia é até possível visitar tudo se começar logo cedo, mas como tem pelo menos 3 museus por ali, é interessante dividir em um dia e uma manhã, por exemplo. Assim não fica aquela correria e desespero.

centro histórico de manaus

Se quiser, algumas agências fazem city tour com guia e tudo o mais. Esse é um passeio que dá pra fazer por conta tranquilamente só com um mapa na mão, é tudo bem próximo e achei fácil andar pela cidade. É importante ficar de olho nos seus pertences, claro, mas não vi nada de mais por lá, peguei muito ônibus e andei por tudo. Tranquilão!

Comentários

comments

Leave a Reply