Golden Gate Bridge, São Francisco

Ahhhh a estrela da cidade. Um dos pontos mais famosos de São Francisco, a Golden Gate brilha em qualquer hora do dia, não importa se o dia está nublado (algo comum na cidade) ou se por sorte faz um belo dia de sol. As fotos sempre ficam lindas!

Na realidade, Golden Gate é o nome da abertura de terra ali bem no meio da baía de São Francisco. A ponte liga a cidade até a parte norte da península, em Marin County. Por ela passam a US Route 01 e a California State Route 1, duas das estradas mais conhecidas da região.

Segundo o guia da Frommers, essa a ponte de Golden Gate é a mais fotografada do mundo.

A ponte tem 2,7km de extensão e o trajeto é bem rapidinho. Há várias maneiras de atravessá-la: a pé, de bike (tem várias empresas que alugam as bikes e também fazem tours pela cidade), de carro ou ainda com um ônibus de turismo. A minha opcão foi o ônibus, pois já era parte do trajeto e nisso também já incluía o pedágio para atravessar.

Aliás, deixa eu falar sobre o pedágio, pois achei bem interessante. Se você sai de São Francisco, não precisa pagar nada. A tarifa é paga só para quem entra na cidade, ou seja, na volta do passeio. O valor é de U$ 6 para carros.

A ponte de Golden Gate foi terminada em 1937 e ainda funciona perfeitamente bem para ligar uma ponta a outra. Ela é bem movimentada, e antes de entrar nela, tem até uma pequena estação turística com banheiros, restaurante, etc. Uma paradinha antes de atravessar a pé.

Outro detalhe importante de relembrar, é que São Francisco é uma cidade naturalmente fria. Na ponte venta muito e o frio é bem intenso. Quando atravessei a ponte pela primeira vez, fiz questão de ir na parte de cima do ônibus, que é aberta. Foi sofrido, mas valeu a pena! Deu bem para tirar fotos e ver a Golden Gate bem de perto.

Frio e vento “fraco”

Apesar de ser um lugar super bonito e uma obra incrível, infelizmente tem mais gente que se suicida pulando da Golden Gate do que em qualquer outro lugar do mundo. O deck fica a mais ou menos 75m de altura da água, e a queda dura 4 segundos apenas. Porém, a pessoa bate na água com uma velocidade de 120km/h!! Não tem como sobreviver a isso. Os pulos são geralmente feitos para o lado da baía, pois o lado do Pacífico não tem entrada para pedestres.

É muito triste isso, e logo quando nos aproximamos da ponte dá pra ver várias placas oferecendo ajuda, daquelas “ligue para nós”. É uma contradição enorme, ao mesmo tempo a Golden Gate é maravilhosa e traz tristeza para muitas famílias que perdem parentes suicidas. =(

Se precisar de ajuda para escolher um bom hotel nos Estados Unidos, acesse nosso guia gratuito! Lá você encontra dezenas de hotéis nas cidades mais turísticas, dicas, dicionário e curiosidades. Aproveita!

Mais sobre São Francisco:

Union Square: o melhor lugar para comprar em São Francisco

Um pouco mais de São Francisco

Museus em São Francisco: De Young e Academy of Science

Restaurantes em São Francisco

Alamo Square

Ônibus de turismo em São Francisco

Lojas de doces em São Francisco

Radisson São Francisco

Alcatraz

Comentários

comments

1 Comment on Golden Gate Bridge, São Francisco

  1. Avatar
    Adriana Pasello | Diário de Viagem
    21 de março de 2013 at 9:14 (6 anos ago)

    oi Anna, assim que vi sua chamada no FB corri para dar uma espiadela no seu post.
    A gente também a-do-ra circular por ali. Desta vez foi uma epopéia para conseguir mostrar a GG para nossos filhotes, demorou um tempão para abrir o tempo e foi tanta “emoção” que montamos um post contando a história.
    Passa lá no blog para ver depois. http://goo.gl/b5Kx7
    E não há como negar que é muito, muito triste que um lugar tão icônico seja palco de tanta tristeza… =(

    Responder

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.