Igreja da Pampulha

A igreja é a São Francisco de Assis de 1943, mais conhecida como igreja da Pampulha, em Belo Horizonte. Todo mundo que é brasileiro e conhece um pouquinho do Brasil já ouvi falar dessa igreja, mais um projeto incrível de Oscar Niemeyer. No conjunto de construções da Pampulha, ela foi a última a ficar pronta.

De fora não parece em nada com igreja… e de dentro também não chega nem perto!

Na época que eu fui não tinha o blog, então não me preocupei em fotografar cada detalhe diferenciado da parte de dentro. Tive que buscar algumas fotos na internet para poder ilustrar essa parte, ok?

Foto de skyscrapercity.com

O interior não tem nada de um altar no fundo cheio de santos e aquele clássico de sempre. Aqui dentro a prioridade é o concreto, muito cinza, tudo muito claro, espaços menores e disposição dos móveis bem inusitada. Confesso que achei a igreja lindíssima de fora, muito moderna e tal, mas muito fria por dentro. Não consegui imaginar uma cerimônia acontecendo ali.

Foto de arcoweb.com.br

No começo a obra foi tão diferente que as autoridades da Igreja não deixaram a capela ser consagrada por causa do formato inusitado e também pelo painel de Portinari lá na frente. O problema é que no painel tem um lobo ao lado de São Francisco de Assis. Ahn… pô, como assim? O painel é lindissimo, é arte!

Essa proibição ficou vigente por 14 anos até que, enfim, a capela foi liberada. Ufa!

Lá dentro você ainda pode ver 14 painéis do Portinari, contando a Via Sacra. A obra é tão bonita que foi considerada uma das suas melhores. E ó, é lindissima mesmo. Lembro que fiquei muito tempo olhando os painéis e o cuidado de detalhes dos desenhos.

Quando for a BH, vale a pena dar uma passada no cartão postal da cidade. A arquitetura vai te surpreender… e os painéis também!

Foto de flickrhivemind.net

Comentários

comments

Leave a Reply