Não seja um chato de hotel

Viajar é maravilhoso. Dormir em hotel é uma delícia (eu acho). Não precisa arrumar a cama, os horários e a rotina são outros, a gente acorda e o café está pronto e maravilhoso, qualquer coisa que você precise é só ligar na recepção…

Mas a coisa é sempre a mesma, o bom senso, que nunca tira férias. A coisa é que tem gente que liga o modo “totalmente 100% de férias” e vira troglodita, perde total o controle de uma vida em sociedade e aí vira um chato de hotel. Bate porta, grita no corredor, barulho alto no quarto até tarde, acha que está em casa… E a verdade é que ninguém aguenta!

Não arrumar a cama: ok. Não respeitar os outros: não ok! Depois de tantas viagens e infinitos hotéis no curriculum, tem coisas que acontecem no mundo todo (é, não vem com essa de que é coisa de brasileiro porque é geral mesmo) e chatices poderiam ser evitadas e noites bem dormidas poderiam ser conquistadas por todos com coisinhas bem simples:

Não bata as portas

Gente, como abomino isso! Concordo que os hotéis colocam aquelas trancas magnéticas e que fazem o-maior-barulho-já-criado-na-terra-do-sono, mas poxa, precisa soltar a porta e deixar ela bater com tudo às 6h da manhã? E pior, esquecer coisas no quarto 3x e bater a porta em todas as vezes? Não, não precisa.

A sociedade agradece sua capacidade de segurar a porta.

chato de hotel

Modere o tom de voz nos corredores

Tendo parede fina ou não no hotel, querido, se você gritar com seu colega 3 quartos a frente, todo mundo vai te ouvir. Essa é a coisa que eu acho mais deselegante e que acontece sem-pre em hotéis.

megaphone_shout_action-1024x679

Gente conversando depois de voltar do jantar tarde da noite, gente combinando passeio do dia de manhã cedinho, gente chamando gente nos quartos… amigo, todo mundo escuta sua conversa, ok? Ainda mais em horários chave tipo de noitão e de manhãzinha, que todos estão nos quartos.

Faz assim, combina o passeio no lobby do hotel, antes de subir. Ou no café da manhã, ou no ônibus no dia seguinte. Porque ficar conversando no corredor é totalmente não legal. Mesmo.

Cuidado com o despertador

Alguns hotéis tem as paredes mais finas. Geralmente aqueles que tem 9845879 quartos e é tudo um do ladinho do outro, sabe? É pra economizar mesmo e ter mais quartos, haha. Mas o caso é que dá pra perceber isso logo quando chegamos no quarto, e já dá pra ativar o bom senso.

Semana passada aconteceu um caso curiosíssimo e bem chato comigo e com o Jorge em Floripa. Estávamos dormindo e, de repente, um barulho de celular vibrando. Acordei, olhei o meu, olhei o dele, nada. E aquilo ficou uma ETERNIDADE, juro, a pessoa do quarto ao lado ou esqueceu o celular no quarto ou não acorda por nada na vida! E aquilo ficou lá tocando, tocando, tocando, tocando… Acho que foram quase 10 minutos, às 8h da manhã e nós não tínhamos horário pra levantar. Beeeem chato.

despertador

Controle o som da TV

Mesmo caso anterior, muitos hotéis tem paredes meio finas e o som passa sim! Já aconteceu comigo de querer dormir e o som da tv do quarto ao lado impossibilitar isso. E não era exagero, a tv estava SUPER alta!

Sem contar que, dependendo do horário, é bom lembrar que tem gente dormindo dos dois lados do seu quarto e, no silêncio da noite, o barulho chega muito mais fácil em todos os cantos.

Malas, não as abandone

“Ah, tem aquele carinha que pega as malas e leva lá pra cima”. Pois é, mas não precisa criar um labirinto no lobby antes né? Deixa as malas num cantinho, abra espaço para os outros hóspedes conseguirem transitar, fazer seus check-ins/outs, pedir algo na recepção. Mala pesa, mala é grande e ocupa espaço. Não seja outra mala no caminho.

bellboy

Viu? É fácil não fazer as pessoas te odiarem quando está de férias. Faz uma reserva pro bom senso também que tá tudo certo! ;)

Comentários

comments

Leave a Reply