Nem só de grandes viagens são feitas novas descobertas

Sabe, a gente sempre – SEMPRE – recebe mensagens e e-mails aqui no blog com gente perguntando como faz pra viajar tanto, ou como faz pra sempre ter foto pra postar e coisas do gênero.

Eu não sei se vocês lembram ou se tem alguém chegando aqui agora, mas no último ano eu e a Mari enfrentamos outras questões aí na vida, e tivemos que dar um tempo de viagens. Um tempo de tirar férias de 15, 20, 30 dias e ficar por aqui mesmo. Nós comentamos aqui sobre isso, e eu também falei mais sobre minhas escolhas no último ano aqui.

O fato é que faz um tempinho que não saímos do país, que não fazemos AQUELA viagem, que não tem férias… mas nem por isso a gente deixou de conhecer coisas novas.

caminho do vinhoColônia Murici, em São José dos Pinhais. Leia aqui.

Você não precisa atravessar um oceano para descobrir coisas bacanas, culturas, comidas, pessoas. Você pode pegar seu carro, dirigir 1h30 e chegar em um lugar incrível, como o Parque Histórico de Carambeí e Vila Velha (exemplos próximos daqui). Você também pode tirar um final de semana para relaxar em um hotel fazenda perto ou até mesmo quase dentro da sua cidade. Por que não?

Parque Historico de Carambei Vila HistóricaParque Histórico de Carambeí. Leia aqui e aqui.

E se você fosse almoçar em algum restaurante típico ou rural na região metropolitana? Isso não vale? Não conta como uma nova experiência? Po, conta muito e é super legal, sem contar que é bem econômico, hehe. #crise

Restaurante rural Dona Ana Bistrô, em Campo Magro. Leia aqui.

Tem muita gente que só se interessa em ir pra fora. Se não for outro país, não é viagem, não é férias, não vale. Que besteira! Ninguém tem que fazer você achar que viagem só é viagem se tiver um passaporte envolvido. Tem muita coisa além disso no mundo.

vila velhaParque Vila Velha. Leia minha experiência aqui e a da Mari aqui.

E se você aproveitar uma viagem de trabalho para um lugar não tão famoso e importante para realmente VER essa nova cidade? Acho que a grande questão aqui é saber ver as coisas, observar mesmo, olhar com olhar de quem está visitando uma capital européia pela primeira vez. Olhar para sua cidade e aproveitá-la da mesma forma que faria se estivesse em outro país. Garanto que tem muita coisa legal bem pertinho aí!

Comentários

comments

1Pingbacks & Trackbacks on Nem só de grandes viagens são feitas novas descobertas

  1. Links legais da semana!
    9 de outubro de 2016 at 17:59 (1 ano ago)

    […] esse post da Anna, do Finestrino, sobre fazer descobertas e conhecer lugares próximos de onde estamos – sei […]

    Responder

Leave a Reply