O novo circuito da cerveja do Centro Histórico de Curitiba: cerveja boa e jantar completo

Ontem fui conhecer o novo Circuito da Cerveja do Centro Histórico de Curitiba. Há 2 anos atrás estive no circuito que acontecia dentro do Festival de Inverno, mas foi tão legal e teve tanto sucesso que o circuito cresceu e virou um pequeno evento independente!

Este ano ele está um pouco diferente, e até melhor, mais completo. Diferentemente da outra vez que eram cervejas harmonizadas com petiscos, este ano o circuito da cerveja vem harmonizando com um jantar completo, com copo personalizado.

centro histórico de curitiba circuito da cerveja

O passeio começou no Quintal do Monge, um dos restaurantes da rede, e lá experimentamos uma cerveja American Pale Ale, da Caravana Cervejaria. Junto com a cerveja foi servido o famoso Cone da Capadócia, uma entrada de-li-ci-o-sa que tem no Quintal. Sabe aquele tubinho pra maionese nos churrasco? É isso, recheado com frango e catupiry e empanado em volta. É uma coisa deliciosa isso, e a harmonização funciona hiper bem, pois a APA é a cereja perfeita pra cortar o gosto de gordura na boca. O gosto muda demais!

centro histórico de curitiba

centro histórico de curitiba

De lá seguimos para o A Caiçara, um restaurante que preza pela culinária do nosso litoral, como o próprio nome já diz. Lá degustamos uma Red Ale da Way Beer, e para harmonizar, o famosíssimo barreado de Morretes. Aliás, pra quem não conhece, o barreado é um prato típico aqui do litoral, com carne desfiada e que fica cozinhando o dia todo. Ela é servida com farinha e banana.

centro histórico de curitiba

A mistura de sabores é bem diferente também, e o bem legal desse circuito é que, como é tudo pensado e harmonizado por uma profissional, o jantar fica perfeito. Ninguém sai bêbado ou estufado, porque é tudo pensado pra que isso não aconteça. É um jantar com consciência do que está comendo e bebendo, bem na medida.

a caiçara centro histórico de curitiba

Ah, nesse meio tempo de trajeto de um bar para o outro, quem nos acompanha é o pessoal do Free Walking Tour, um serviço que temos há algum tempo ali no centro. Durante o trajeto eles contam curiosidades e um pouco da história da região.

Do Caiçara, fomos ao Oriente Árabe para a sobremesa. Lá experimentamos a Namura, um doce árabe (dã) com sorvete de damasco. Agora confesso, eu não gosto de damasco, mas esse sorvete estava INCRÍVEL. Jamais acertaria que ele é de damasco se não me dissessem. Uma delícia, e junto com a Namura e com a cerveja de cocada preta da Bierhoff, que explosão de sabores. Muda tudo! É tão interessante isso, como os sabores das coisas mudam quando são ingeridas juntas e pensadas para tal. Eu acho \o.

centro histórico de curitiba

O circuito da cerveja começa às 19h e tem previsão para acabar às 21h. O nosso durou exatinho as 2h previstas, sem ser nada corrido e com tempo para comer tranquilo, experimentar as cervejas e conversar de boa.

Os bares que participam do circuito são diferentes em cada dia do tour. Entre eles estão o Jokers, o Bar do Alemão, Oriente Árabe, Quintal do Monge e o A Caiçara. Os tours acontecerão nos dias 15, 17, 22 e 29 deste mês, e para se inscrever é preciso acessar o site http://www.sympla.com.br/circuitodacerveja2018. As vagas são limitadas a 20 participantes e tem um custo de R$ 70 por pessoa, com tudo incluído + copo personalizado pra usar durante o tour e depois levar pra casa. As cervejarias que participam deste circuito são a Bierhoff, a Caravana e a Way Beer. Quem faz a parte da harmonização e é a sommelier do circuito é a Adri Baldini.

Comentários

comments

4 Comments on O novo circuito da cerveja do Centro Histórico de Curitiba: cerveja boa e jantar completo

  1. Suellen Almeida
    10 de agosto de 2018 at 11:49 (2 meses ago)

    Ola parabéns pela materia, muito bom esse curtcuito harmonizado! Porém a ceeveja da way na foto é uma Red Ale não uma Ipa.

    Responder
    • Anna
      Anna
      10 de agosto de 2018 at 17:14 (2 meses ago)

      Verdade já arrumei!! =D

      Responder
  2. Vilmar
    10 de agosto de 2018 at 12:19 (2 meses ago)

    Sensacional, quem for não vai se arrepender, ainda tem a historia das edificações do Largo da Ordem.

    Responder

Leave a Reply