San Jose de Maipo: a mini cidade entre as montanhas

San Jose de Maipo

Quem acompanha o blog já deve ter lido que eu tive uma situação #fail quando tentei visitar a região de Cajon del Maipo, no Chile, pois a estrada estava fechada e não pude chegar onde queria. Obviamente eu fiquei chateada, pois as maiores atrações do local estão justamente nesse caminho, mas, para não perder a viagem, aproveitei para explorar um pouquinho de San Jose de Maipo, que é a mais popular cidade da região de Cajon del Maipo.

San Jose de Maipo

Eu decidi ir de Santiago até lá por conta própria, com o carro que aluguei, mas é possível ir com agências locais ou até mesmo de ônibus (apesar de não ser muito recomendado), mas a maioria das pessoas vai de bicicleta! Fiquei impressionada com a quantidade de bikes circulando na região. Tinham mais bikes do que carros na estrada.

San Jose de Maipo

Mesmo não podendo ir até onde eu queria, eu posso dizer que o caminho até lá já vale a viagem, pois as paisagens são muito bonitas e uma viagem que deveria demorar uns 50 minutos até San Jose de Maipo acabou demorando 1 hora e meia por conta de tantas paradas para tirar fotos e contemplar a paisagem.

San Jose de Maipo

O rio da foto é o Rio Maipo, que, assim como todos os rios da região, estava barrento devido às chuvas na montanha que provocaram o corte de água em Santiago e o fechamento de várias estradas.

Mas você deve estar perguntando o que fazer em uma região dessas quando todas as grandes atrações estão fechadas. Bom, a cidade em si é cheia de charme e o povo bastante acolhedor, então aproveitar o combo praça com igrejinha + feira + povo simpático é sempre agradável. Tomar um sorvete, relaxar na grama e, logicamente, comprar souvenir para enriquecer sua coleção.

San Jose de Maipo

As pessoas ali percebem que você é turista e vem até você para perguntar de onde você é, se está gostando do lugar e se está sendo bem tratado. Não tem como não se apaixonar.

“Mas Mariana, você foi até Cajon del Maipo, região de prática de esportes de montanha, e não conseguiu aproveitar nadinha do que a região proporciona?”. Apesar de 90% das atrações estarem fechadas, eu consegui sim! Um pouquinho só, mas consegui. No final da rua principal de San Jose de Maipo existe um centro de informações turísticas e eu fui até lá para ver o que eu poderia fazer para não ir embora sem curtir uma emoção. Rafting e tirolesa eram as opções disponíveis de curta duração e obviamente escolhi fazer a tirolesa, pois morro de medo do rafting.

San Jose de Maipo

O lugar mais próximo onde tem tirolesa fica cerca de 2 km do centro de informações turísticas e a única via de acesso até lá é o Camiño Al Volcán, então não tem como errar. É bem fácil mesmo e a tirolesa fica do lado direito da pista, à beira do Rio Maipo. Quando cheguei lá e vi o lugar, fiquei com um pouco de medo, pois tinha que atravessar de uma montanha à outra por cima do rio duas vezes, uma para ir e outra para voltar, e era muito alto. Antigamente eu não era tão medrosa assim, mas parece que os anos vão passando e nós vamos ficando mais cautelosos, digamos assim. Fiquei esperando aparecer alguém que fosse mais corajoso do que eu e decidisse ir na minha frente para eu ver como era a coisa e quando eu percebi que ele sobreviveu eu decidi ir também. Hehe.

Coloquei o capacete e as cintas de segurança e quando eu já estava na rampa pronta para ir, passaram vários bombeiros com as sirenes ligadas e levei o maior susto. Depois descobri que havia ocorrido um incêndio, mas na hora deu um mega frio na barriga, pois é uma região um pouco perigosa mesmo e volta e meia acontecem acidentes dos mais diversos tipos por ali.

San Jose de Maipo

A tirolesa custa CLP7.000 e é super segura, pois você fica preso a dois cabos de aço, enquanto as outras tirolesas que eu já fui tinham apenas um. Fiquei um bom tempo tremendo depois da brincadeira, mas valeu muito a pena e recomendo para todo mundo.

O lugar também reserva emoções para quem pretende ir até lá dirigindo, como passar por estradas estreitas com uma montanha enorme de um lado e um penhasco com um rio embaixo do outro. Isso sem contar alguns trechos que passa apenas um carro por vez e você tem que ficar esperando quem tá vindo no sentido contrário para poder passar depois. Eu AMEI! E olha que eu nem cheguei a dirigir na parte mais tensa da estrada, porque era justamente aquela que estava fechada.

San Jose de Maipo

Para quem procura algo diferente para fazer durante a estadia em Santiago e que seja fora do circuito básico, recomendo fortemente conhecer a região de Cajon del Maipo. Eu queria tanto conhecer esse lugar que até abri mão de ir a Viña del Mar e Valparaíso, destinos geralmente visitados por quem vai a Santiago. O bom é que assim eu tenho desculpas para voltar para lá em breve ;)

Mais sobre o Chile:

– Roteiro Chile: 17 dias de carro 

– Quanto custa viajar de carro pelo Chile

– Dirigir no Chile: tudo o que você precisa saber

– Vantagens e desvantagens de fazer uma viagem de carro pelo Chile

– O que fazer em Santiago

– Aluguel de carro no Chile

– Vinícolas no Chile: Viña Miguel Torres

– Vinícolas no Chile: Viña San Pedro 

– Vinícolas no Chile: a clássica Concha y Toro

– Museu de Colchagua em Santa Cruz, o maior museu privado do Chile

– Onde se hospedar no Valle del Colchagua e o que fazer

– Parque Nacional 7 Tazas e onde se hospedar

– Chillán no verão!

– O que fazer em Pucón, Villarica e região

– Onde se hospedar em Pucón: Glamping Pucón, único acampamento de luxo do Chile

– Onde se hospedar em Pucón: Hotel Boutique Casa Establo

– Artesanato chileno: o que comprar de legal

– O que fazer em Puerto Varas e região

– Onde se hospedar em Puerto Varas

– Como chegar e o que fazer na Ilha de Chiloé

– Uma parada em Valdivia

– Valle Nevado no verão

– Dirigindo na montanha: Valle Nevado

– Quanto custa viajar para Santiago?

– Pega turista: restaurante giratório

– Cajon del Maipo

– San Jose del Maipo: a mini cidade entre montanhas (esse!)

– Viajando com Muprhy: Santiago

– Hotel em Santiago: Ibis Providencia, o meu preferido

Hotel em Santiago: Alcala del Rio

– Restaurante em Cajon del Maipo: Sabor Nativo

Comentários

comments

4 Comments on San Jose de Maipo: a mini cidade entre as montanhas

    • Mariana
      Mariana
      25 de março de 2013 at 10:21 (6 anos ago)

      :)

      Responder

2Pingbacks & Trackbacks on San Jose de Maipo: a mini cidade entre as montanhas

Leave a reply to Mariana Cancel reply