Valle Nevado… no verão!

Perdeu a temporada de esqui no Chile? Tá em dúvida se vale a pena ou não conhecer uma estação de esqui no verão? Eu conheci o Valle Nevado no verão e, na minha humilde opinião, acho que vale muito a pena. Engana-se quem pensa que não tem nada para fazer em uma estação de esqui em pleno verão. E digo mais: se você tiver sorte, ainda vai conseguir avistar alguns picos nevados.

Quais são as opções, então? Vamos lá:

1) Estrada

valle nevado verão

Primeiro de tudo, a estrada para chegar à estação de esqui é uma atração por si só. Já contei nesse post aqui que dirigir na montanha era um sonho antigo e que pude realizar a caminho do Valle Nevado. É impressionante como a cada 100 metros você encontra uma paisagem diferente. Estar entre as montanhas naquele silêncio é algo que traz uma paz enorme.

2) Picos nevados

Como disse anteriormente, com sorte você pode encontrar alguns picos nevados. Eu já tinha visto neve em Londres e nem por isso achei menos emocionante ver os picos nevados, imagina então para quem vê neve pela primeira vez!

valle nevado verão

3) Detalhes da montanha

Nunca visitei uma estação de esqui no inverno, mas pelo que já vi em fotos, no meio de tanta neve não é possível ver detalhes da montanha e nem de ter noção da imensidão de seus vales.

valle nevado verão

E também foi vendo isso que pensei nos perigos que a neve pode esconder. Logo que desci do carro, dei de cara com essa mulher sentada na ponta dessa rocha à beira do penhasco e tive 87 tipos de calafrios.

valle nevado verão

Já pensou chegar ali na beirada com neve? E se escorregar? Neve é instável em superfície inclinada. Alguém sabe se eles colocam barreiras para o pessoal não passar?

4) Bar e restaurante

Se você decidir ir ao Valle Nevado, provavelmente vai passar o dia todo por lá e, a não ser que leve seu próprio lanchinho, prepare o bolso porque as coisas são bem caras, mas o espaço é bem legal e tem vistas lindas para a montanha.

valle nevado verão

5) Loja

Como todo bom lugar turístico, o Valle Nevado tem uma boa lojinha de souvenirs e roupas de frio, além de acessórios para esquiar. Como era de se esperar, os preços são exorbitantes, mas sempre vale a visita. Eu comprei apenas o meu pratinho para a coleção, mas com muita dor no bolso.

valle nevado verão

6) Esportes de montanha

O Valle Nevado proporciona aos visitantes e prática de esportes de montanha durante o verão também. Infelizmente não tive a oportunidade de fazer nenhum deles, pois meu objetivo nesse passeio era apenas dirigir na montanha, mas é possível fazer trekking, cavalgada, escalada e passeio de teleférico.

Dicas para aproveitar melhor o Valle Nevado no verão:

– Use roupas adequadas! Por mais que seja verão e que esteja um calor escaldante em Santiago, use calça comprida e leve uma jaqueta para cortar o vento porque a 3.000 metros de altitude você vai sentir frio. Eu subestimei o frio e fui de vestido, mas fiquei a maior parte do tempo dentro do bar/restaurante porque estava quentinho;

valle nevado verão

– Vá cedo, especialmente se você quiser ir dirigindo, pois as paisagens são tão lindas no caminho que você vai querer parar mil vezes para curtir e tirar fotos;

– No verão, um passeio bate-volta é suficiente;

– Use óculos escuros, pois venta bastante e em algumas partes a claridade é bem diferente do comum e incomoda um pouco a visão.

Se você quiser saber quanto custa passar uns dias em Santiago no verão, dá uma olhada nesse post que mostra todos os gastos que eu tive nessa viagem.

Se estiver procurando por um hotel, pode dar uma olhada no booking. Lembrando que se você fizer a reserva por aqui, não paga nada a mais por isso e ajuda o blog, que ganha uma comissão sobre as hospedagens 😉

Outra coisa bem importante, sempre que for fazer uma viagem fora do país, é necessário ter um seguro viagem. Aqui você pode consultar diversas seguradoras e escolher a melhor opção para sua viagem. E quer melhorar? Utilize o cupom BLOGFINESTRINO5 e ainda ganhe 5% de desconto. 

Mais sobre o Chile:

– Roteiro Chile: 17 dias de carro 

– Quanto custa viajar de carro pelo Chile

– Dirigir no Chile: tudo o que você precisa saber

– Vantagens e desvantagens de fazer uma viagem de carro pelo Chile

– O que fazer em Santiago

– Aluguel de carro no Chile

– Vinícolas no Chile: Viña Miguel Torres

– Vinícolas no Chile: Viña San Pedro 

– Vinícolas no Chile: a clássica Concha y Toro

– Museu de Colchagua em Santa Cruz, o maior museu privado do Chile

– Onde se hospedar no Valle del Colchagua e o que fazer

– Parque Nacional 7 Tazas e onde se hospedar

– Chillán no verão!

– O que fazer em Pucón, Villarica e região

– Onde se hospedar em Pucón: Glamping Pucón, único acampamento de luxo do Chile

– Onde se hospedar em Pucón: Hotel Boutique Casa Establo

– Artesanato chileno: o que comprar de legal

– O que fazer em Puerto Varas e região

– Onde se hospedar em Puerto Varas

– Como chegar e o que fazer na Ilha de Chiloé

– Uma parada em Valdivia

– O que fazer na região de Malalcahuello e onde se hospedar

– Termas de Malleco e Parque Tolhuaca

– Saltos del Laja, um passeio gratuito no meio do Chile

– Valle Nevado no verão (esse!)

– Dirigindo na montanha: Valle Nevado

– Quanto custa viajar para Santiago?

– Pega turista: restaurante giratório

– Cajon del Maipo

– San Jose del Maipo: a mini cidade entre montanhas

– Viajando com Muprhy: Santiago

– Hotel em Santiago: Ibis Providencia, o meu preferido

– Restaurante em Cajon del Maipo: Sabor Nativo

Comentários

comments

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.